Todos os anos, a Dell moderniza seus produtos com as principais novidades de hardware para levar aparelhos mais robustos até seus consumidores. Paralelamente a tal ação, a marca realiza atualizações consideráveis na parte de design.

Neste ano, uma das principais inovações da marca se deu nos laptops gamers da série Inspiron, em um upgrade memorável que deve levar os jogos a um nível superior. Primeiro, a marca fez uma mudança significativa no hardware geral, apostando em vários componentes novos.

O Novo Dell Inspiron 15 Gaming vem com a sétima geração de processadores Intel, memória RAM do tipo DDR4 e componentes de armazenamento prontos para entregar máximo desempenho. Além disso, como já era esperado, com a chegada das novas GPUs da série GeForce 10, a Dell renovou sua frota de aparelhos para uma jogatina de ponta.

Tantas alterações já são suficientes para convencer qualquer jogador a apostar nessa novidade, mas a fabricante foi ainda mais ousada e deu uma repaginada no visual do produto. O resultado? Basicamente, temos aqui aparelhos para jogos que se mostram muito promissores e modernos. Vamos conferir como eles se saem na hora das provas de fogo!

Especificações

Design incrementado

Laptops dedicados para jogos costumam apresentar designs mais rebuscados, uma vez que os gamers sempre buscam máquinas mais incrementadas na parte visual. Nesse sentido, a marca, que é dona da série de notebooks Alienware, sabe bem o que faz quando o assunto é desenho de produtos alinhados com os requisitos dos consumidores.

No ano passado, a marca apresentou um notebook de entrada dedicado a games notável, mas o visual ainda era muito similar aos aparelhos tradicionais da série Inspiron. Apesar de conversar bem com seus similares, ele não passava uma sensação robusta, como um computador para jogos deve entregar aos jogadores.

Assim, neste ano, a Dell fez uma atualização considerável nesta parte. Premiado na CES 2017, o Novo Dell Inspiron Gaming chega com uma proposta de design inovadora. A aposta ainda é no preto e vermelho, mas as mudanças por fora são radicais, com uma "cara" muito mais agressiva e coerente com a proposta gaming. Ele certamente vem para concorrer com grandes nomes do segmento.

Primeiramente, fica evidente que ele parece menos arredondado e mais sólido do que a versão anterior. A troca das curvas pelas retas deixou o aparelho mais encorpado, algo que foi possível também graças à mudança na estrutura, que parece mais resistente com materiais que dão um acabamento robusto.

A frente do aparelho ficou ousada com o arranjo de retas, que, por sinal, combina muito bem com as saídas de ar da parte traseira. Apesar disso, não temos aqui um notebook totalmente quadrado. As curvas ainda existem, mas elas estão mais discretas e servem apenas em alguns cantos para uma composição mais harmônica.

Vale notar que a Dell teve uma ideia diferente também na dobradiça da tela. Em vez de colocá-la na extrema ponta do aparelho, a marca optou por deixar uma distância entre a extremidade e a tampa, espaço ideal para manter as saídas de ar e evitar que o calor chegue ao espaço onde o usuário tem acesso enquanto usa o laptop.

Nas laterais de bordas finas, só o essencial: três portas USB 3.0, uma HDMI, leitor de cartões, conexão de rede e, claro, o conector de energia. A tampa tem superfície lisa e ainda traz o logo na cor vermelha, porém faltou uma iluminação nessa área para fechar legal o pacote na parte externa.

O teclado tem layout americano, o que é um problema para quem pretende usar a máquina, entre uma partida e outra, para tarefas que envolvem a digitação. Apesar desse detalhe, a Dell fez um bom trabalho na distribuição dos componentes. O teclado retroiluminado na cor vermelha entrega boa experiência para jogos.

Como a maioria dos notebooks, este Dell tem muito espaço ao redor do teclado para apoio dos pulsos. As bordas dão um bom respiro para o design e o tamanho avantajado do notebook até permitiu a inclusão do teclado numérico. O touchpad é grande e fica alinhado com a barra de espaço, o que resulta em uma boa combinação com o design geral do aparelho.

Tela razoável

Um elemento muito importante em um laptop para jogos é a tela; afinal, toda a mágica dos games vai depender muito da qualidade visual — que, em partes, depende da capacidade do chip gráfico, mas também é fortemente impactada pelo colorido do display. Nesse sentido, a tela do Novo Dell Gaming até que vem a calhar e deve ser satisfatória para a maioria dos casos.

Assim como no modelo antigo, a fabricante manteve a resolução no padrão Full HD, o que entrega uma qualidade bem elevada para os jogos mais recentes. Vale notar que, diferente do que notamos no aparelho lançado no passado, desta vez, a resolução elevada não deve representar um problema para a placa de vídeo.

Ainda que a resolução seja importante, é válido notar que a qualidade de imagem também é afetada pelas capacidade de cor da tela. O display da Dell tem boas regulagens nesse sentido, com ajustes satisfatórios de contraste e brilho, mas nada espetacular. A tecnologia utilizada é do tipo TN, que limita bastante as capacidades de reprodução e distorce muito as cores em ângulos extremos.

Se, por um lado, a Dell errou ao instalar um display com colorido razoável, por outro, ela acertou na hora de projetar a superfície do tipo antirreflexiva, o que permite uma jogatina confortável na maioria dos ambientes. É válido notar ainda que as bordas grossas ao redor da tela não ajudam muito na composição, indo contra vários acertos na parte do design.

Hardware poderoso

Bom, ainda que design e tela sejam importantes para os jogadores, é claro que o público interessado em uma máquina gamer busca um hardware competente para a jogatina. Nesse quesito, a Dell seguiu os padrões do mercado e fez um upgrade bem similar ao que já vimos na maioria dos aparelhos de outras fabricantes.

O Novo Dell Gaming está disponível em várias configurações. A mais básica vem com o processador Intel Core i5-7300HQ (componente de quatro núcleos – e capaz de executar quatro threads , que roda com clock de 2,5 GHz), 8 GB de memória DDR4, disco rígido híbrido de 1 TB (com cache de 8 GB) e chip gráfico GeForce GTX 1050 com 4 GB de memória dedicada.

O aparelho que recebemos para análise é o mais robusto da categoria. Ele veio equipado com o processador Intel Core i7-7700HQ, um chip de quatro núcleos (que executa até oito threads) que tem clock-base de 2,8 GHz, mas que pode chegar ao clock de 3,8 GHz no modo Turbo. Esse componente é mais do que suficiente para qualquer atividade no laptop, então sem preocupações nesse sentido.

Para uma boa combinação na parte de hardware, a Dell projetou essa máquina com 16 GB de memória RAM do tipo DDR4, uma quantidade bem tranquila para os games mais recentes. Tal qual no modelo de entrada (e até mesmo em outras máquinas da série Inspiron 7000), os módulos instalados operam com clock de 2,4 GHz, o que deve garantir algum ganho em performance no carregamento dos apps e dos jogos.

Na parte de armazenamento, essa máquina vem com uma combinação de drive de estado sólido e disco rígido. O componente principal é um SSD de 256 GB, que tem espaço suficiente para guardar o sistema e muitos jogos, sendo um elemento ideal para guardar os arquivos mais usados, já que essa peça pode acelerar o carregamento de forma substancial. Para guardar outros itens e mais games, você ainda pode usar um HD de 1 TB (de 5,4 mil rotações por minuto).

A placa de vídeo do modelo mais robusto da série Inspiron Gaming é a GeForce GTX 1050 Ti, que vem com 4 GB de memória GDDR5. Vale notar que esta é a mesma placa que a NVIDIA lançou para desktops, então pode ter certeza que ela aguenta os games sem dificuldades. Não é um gadget capaz de rodar jogos com filtros e sempre na qualidade mais elevada, mas é possível configurar os games com visuais ricos em detalhes.

Uma qualidade importante que vale ser ressaltada nesse laptop é o sistema de refrigeração. A Dell fez um excelente trabalho no projeto de arrefecimento, que conta com dissipadores e ventoinhas devidamente projetadas para extrair o calor de forma eficiente. As saídas de ar marcam quase 60 graus, o que é bem razoável considerando o hardware dessa máquina.

Como você pode reparar, a configuração deste Dell Gaming é muito similar com a que já vimos em aparelhos de marcas concorrentes, então resta a dúvida se ele realmente é capaz de superar as marcas que conseguimos nos testes de outros notebooks similares. Confira os resultados abaixo.

Benchmarks em jogos

Batman: Arkham Knight

Grand Theft Auto V

Rise of the Tomb Raider

Bateria

O Novo Dell Gaming marcou três horas e meia no teste de entretenimento do Powermark e aguentou quase três horas rodando jogos. Para navegar e outras tarefas, dá para usar tranquilo por cinco ou seis horas.

Extras

Além de todos os acertos no design e no hardware, ficamos impressionados com a ousadia da marca ao entregar um sistema de som robusto para os jogadores mais exigentes. O novo Dell Gaming vem com alto-falantes de boa qualidade e conta até com subwoofer para dar mais imersão nos jogos e filmes.

É claro que o subwoofer aqui é limitado ao espaço disponível no chassi, sendo que ele só serve para equilibrar um pouco a equalização geral do som. Esse componente fica responsável principalmente pela reprodução dos graves, o que deixa o áudio muito mais rico em detalhes, já que ele trabalha em conjunto com os alto-falantes que entregam bom nível de agudos e médios.

Obviamente, jogadores que vão mergulhar nos games ainda vão preferir um headset ou caixas de som externas, mas o som do Dell Gaming já é bem robusto para a maioria dos casos. O volume não é exagerado, porém dá conta de entregar um som de qualidade mesmo em ambiente barulhentos.

Vale a pena?

No fim das contas, podemos dizer que a Dell acertou novamente no seu projeto de laptop para games. O Novo Inspiron Gaming é um ótimo notebook para jogos, ainda mais pela combinação de desempenho e preço, já que ele chega com um hardware muito melhor que o antecessor por um valor muito similar.

O design atualizado é um dos destaques nesse produto, que apresenta medidas reduzidas e uma boa dose de inovação para os consumidores que gostam de uma máquina dotada de traços ousados.

O Novo Dell Inspiron Gaming é um monstrinho para jogos que agrada pelo visual e também pela configuração robusta

A configuração competente deste modelo é suficiente para executar os games mais recentes com boa qualidade visual e desempenho satisfatório. A GeForce GTX 1050 Ti deu conta tranquilamente dos jogos e surpreendeu nesse notebook, que conseguiu resultados levemente melhores do que o que vimos em concorrentes como o Aspire VX.

O Novo Dell Gaming está disponível a partir de 4.997 reais, em uma configuração com Intel Core i5, 8 GB de memória RAM e GeForce GTX 1050. O valor dessa máquina básica é mais salgado do que o do Samsung Odyssey, então se você quer muito um Dell, talvez é melhorar esperar uma promoção.

A melhor configuração do Inspiron Gaming chega por 6.498 reais, o que também nos deixa um pouco em dúvida sobre o investimento, já que ele custa mais do que o Acer Aspire. Sim, o Dell leva vantagem pelo SSD e o som de melhor qualidade, mas mesmo com uma performance um pouco melhor, achamos complicado recomendar o produto, já que o modelo da Acer ainda tem melhor relação custo-benefício.

Tirando essa questão do preço, a Dell tem aqui um ótimo aparelho para jogos. Recomendamos muito para jogadores mais exigentes que buscam um modelo de entrada, mas talvez seja melhor esperar um ajuste de preço e talvez até o lançamento de uma versão que já tenha teclado com layout no padrão ABNT (e quem sabe com uma tela melhor).

Cupons de desconto TecMundo: