A DARPA (Agência de Projetos de Pesquisa Avançados de Defesa dos Estados Unidos) está querendo a ajuda dos usuários de internet para barrar os progressos no desenvolvimento de malwares e ataques de crackers. Para isso, a Agência vai selecionar uma série de voluntários que topem ceder seus dados e rastros para vários estudos e coletas.

De acordo com a imprensa dos Estados Unidos, a DARPA pretende separar o programa de rastreamento em três etapas: "Sumarização e Rastreio de Comportamento e Atividades"; "Fusão e Análise Preditiva" e; "Enriquecimento e Validação". Todas trabalhando com diversos níveis de análises de dados coletados e comportamento de informações — apesar de não haver muitas explicações sobre como isso vai acontecer.

Os voluntários devem prosseguir seus usos de internet como sempre fizeram, uma vez que a DARPA pretende localizar rastros de comportamento ilegal em redes TOR, tunelamentos com VPN e diversos outros métodos utilizados em ataques e disfarces na rede. A ideia da instituição é conseguir identificar crackers antes ao primeiro sinal de uso indevido da internet. Para saber mais sobre o programa, você pode acessar a página oficial da DARPA por este link.

Você cederia seus dados de navegação para análise da DARPA? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: