A cidade árabe-saudita de Meca vai ganhar mais um luxuoso hotel para receber peregrinos cada vez mais abastados do oriente-médio e do mundo. Trata-se do Abraj Kudai, que contará com 45 andares e está orçado em mais 11 bilhões de reais.

A gigantesca estrutura de cinco estrelas será o maior hotel do mundo, quando ficar pronto em 2017. Ele contará com 12 torres, estação de ônibus, shopping center, praças de alimentação, centro de conferências, salão de festas, além de abrigar 4 heliportos em seu topo. Serão mais de 10 mil quartos para hóspedes, e cinco andares exclusivos apenas para a família real saudita.

Fortaleza do deserto

O edifício foi projetado como uma “tradicional fortaleza do deserto” e, para o jornal britânico The Guardian, ele parece ter sido desenhado pela Disney Imagineer, empresa da Disney responsável pela criação e construção dos parques temáticos da companhia ao redor do mundo.

O Abrak Kudai ficará localizado no bairro Manafia, a quase dois quilômetros de distância da grande mesquita. O complexo é financiado pelo Ministério das Finanças da Arábia Saudita (lembrando que o governo de lá é uma monarquia), e será construído pelo grupo Dar Al-Handasah, um conglomerado responsável por grandes obras, como o Aeroporto de Dubai e até de cidades inteiras do Cazaquistão.

“A cidade está se transformando em uma Meca-hattan” (em referência à Manhattan, famoso bairro de Nova York) afirma Irfan Al-Alawi, diretor da sede britânica da Fundação de Pesquisa do Patrimônio Islâmico. Ele faz campanha para tentar salvar o patrimônio sagrado da Arábia Saudita. “Tudo foi varrido para abrir caminho para a marcha incessante de hotéis de luxo”, reclama.

Cupons de desconto TecMundo: