(Fonte da imagem: Reprodução/Forbes)

Criado pela pesquisadora Rosalind Picard (responsável por um departamento do MIT), um sistema está sendo utilizado para rastrear os sorrisos dos usuários de computadores enquanto assistem a determinados vídeos na internet. Os resultados podem ser utilizados para basear estudos de influência de comerciais em consumidores, por exemplo.

Se você quiser participar dos estudos (e tiver uma webcam instalada em seu computador), precisa clicar neste link (você será redirecionado a uma página da Forbes), escolher um dos vídeos disponíveis e autorizar o acesso do aplicativo embutido na página. É importante saber que, autorizando o acesso, você também estará permitindo que imagens capturadas de seu rosto sejam utilizadas nas pesquisas.

Por enquanto, as pesquisas são muito rasas e mostram apenas uma análise superficial do quão agradável foi o vídeo visto. Estima-se que, no futuro, o rastreamento dos rostos vá além do simples “grau de sorriso”, avaliando outros pontos faciais que podem indicar satisfação. Rosalind Picard afirma que empresas podem utilizar o sistema para medir o nível de aprovação de seus clientes.

(Fonte da imagem: Reprodução/Forbes)

Os sensores utilizados nessas pesquisas foram desenvolvidos pela empresa Affectiva, propriedade da própria Picard. Atualmente, já estão sendo desenvolvidos alguns projetos piloto, rastreando rostos de crianças com autismo para verificar as causas de alguns problemas de sono.

Cupons de desconto TecMundo: