Na semana passada (6), o ataque americano nas cidades japonesas Hiroshima e Nagasaki completou 70 anos. Embalando esta temática, um pesquisador do STE – Stevens Institute of Technology ou Instituto de Tecnologia Stevens – criou uma página na web que simula o efeito de bombas atômicas ou nucleares em qualquer cidade do Google Maps.

Apesar de ser um assunto meio mórbido, é interessante para os curiosos que se perguntam: “E se uma explosão como esta atingisse a minha cidade? Eu estaria seguro?”. Basta digitar o nome do local onde você mora e definir a potência do explosivo – há opções pré-configuradas, como as de “Fat Man” e “Little Boy”, as duas bombas que atingiram o Japão na Segunda Guerra Mundial.

Além das configurações básicas para a “detonação”, é possível simular a expansão radioativa baseada na direção do vento, número de fatalidades e muito mais. Depois que estiver tudo da maneira que você desejar, basta clicar no botão vermelho e ver os impactos de uma explosão atômica na sua cidade.

Simulação do impacto da bomba "Fat Man" no centro da Avenida Paulista, em São Paulo.

A área central amarela corresponde ao local de maior potência da bomba – que pode atingir até 6 mil graus Celsius e desintegrar qualquer coisa que estiver ali –, enquanto o círculo vermelho representa o diâmetro da explosão no ar. Já a esfera verde indica o raio de radiação, no qual 50 a 90% das pessoas podem morrer se não tiverem tratamento médico adequado.

A sua cidade seria gravemente destruída se uma bomba atômica a atingisse? Comente no Fórum do TecMundo

Em contrapartida, as localidades sobre o círculo cinza e laranja correspondem aos efeitos colaterais da bomba. Na área monocromática, os prédios sofreriam com a onda de impacto, podendo desabar ou ter a estrutura comprometida. Na parte alaranjada, os habitantes sofreriam com queimaduras severas e efeitos da radiação. Caso queira acessar o site, pode clicar aqui para a versão normal ou aqui para a ver o modo em 3D.

Cupons de desconto TecMundo: