Com uma espetacular e envolvente vista de cerca de 80 km do skyline de Manhattan, incluindo a Estátua da Liberdade e o Ocenano Atlântico, o maior edifício dos EUA, no local do World Trade Center, será aberto ao público no dia 29 de maio.

Oficialmente chamado de One World Observatory, ele possuiu 521 metros que, às vezes, chegam a ficar encobertos pelas nuvens. Com uma abundância de vídeos de alta tecnologia e telas com mensagens de esperança e otimismo, o prédio surgiu das ruínas do maior ataque terrorista no país, ocorrido em 11 de setembro de 2001. A preocupação no novo prédio foi a de encontrar um balanço entre o futuro e o passado, com referências às Torres Gêmeas que foram derrubadas pelos aviões sequestrados pelos terroristas. O atentado deixou mais de 2,7 mil mortos.

Logo acima da entrava do complexo, rostos de homens e mulheres que trabalharam na construção do edifício surgem em um túnel irregular que copia os alicerces do prédio. Gravações com suas vozes contam suas histórias.

Durante a rápida viagem, de 48 segundos, de elevador até o 102º andar, uma imagem tridimensional conta a história da ilha de de Manhattan de 515 anos, com as Torres Gêmeas aparecendo e sumindo na projeção. Novas imagens surgem até os visitantes se depararem com a atual Nova York. Lá no alto, não há necessidade de chegar até um parapeito para observar a vista estonteante da cidade. Os visitantes podem permanecer em uma plataforma com um vídeo que transmite, ao vivo, a vista real de baixo.

O observatório será aberto a adultos por US$ 32, com ingressos mais baratos para idosos e crianças. As entradas, que têm hora marcada, poderão ser compradas pela internet (oneworldobservatory.com). Fonte: Associated Press

Nova York

Via EmResumo

Cupons de desconto TecMundo: