Você sabe muito bem que a grande maioria dos gadgets é praticamente universal. Isso acontece porque eles podem ser usados por jovens, idosos, homens e mulheres com as mais variadas preferências. Mas é preciso dizer que existem alguns aparelhos que não se encaixam muito bem nessa descrição, pois atendem a um público um pouco mais restrito — principalmente por serem proibidos para menores de idade.

E não adianta fazer como “naquele site” em que você consegue mentir a sua idade para acessar, pois os vendedores dificilmente deixarão você entrar para olhar as prateleiras neste tipo de loja. Já sabe do que estamos falando? De gadgets criados especialmente para “apimentar a relação” dos casais e também para estimular a sexualidade de homens e mulheres de todo o mundo.

Hoje, decidimos reunir uma série de apetrechos criados com essas finalidades e que não dependem de controladores acoplados, pois podem ser comandados sem fio. Ficou curioso para conhecer os principais aparelhos para adultos que encontramos em nossas pesquisas? Então aproveite a viagem e descubra se existe algum brinquedo erótico que seria perfeito para você.

1. OhMyBod Freestyle

O formato do aparelho já deixa bem claro qual é a finalidade principal dele, não é mesmo? Mas o que diferencia o OhMyBod Freestyle de outros pênis artificiais é o fato de ele ser ligado a um iPod via wireless. Com isso, o dispositivo pode interpretar as músicas que estão sendo tocadas para fazer com que a vibração seja emitida no ritmo da música. Com as alterações no volume, ainda é possível aumentar a intensidade do motor.

2. Better than Chocolate

Este aparelho funciona de uma maneira bem similar ao mostrado anteriormente, mas traz uma diferença bem interessante. Em vez de ser recomendado para a utilização direta nas relações sexuais, o Better Than Chocolate foi produzido para preliminares. Encaixado nas roupas íntimas da mulher, ele pode ser controlado remotamente pelo parceiro ou pela parceira para a estimulação do clitóris — pulsando de acordo com a música reproduzida no controlador.

3. Club Vibe

Também indicado para a estimulação preliminar, o Club Vibe é prometido como uma solução discreta e eficiente de aquecimento sexual. Os fabricantes afirmam que ele pode ser usado até mesmo em festas, pois é impossível que outras pessoas percebam a presença dele. Recomenda-se que o controle remoto seja dado ao parceiro ou à parceira para que a intensidade seja modificada. Vale dizer que ele vibra de acordo com a música dos ambientes.

4. We-Vibe 3

A principal diferença entre o We-Vibe e os outros aparelhos mostrados até agora está no fato de que ele pode estimular duas áreas diferentes. Enquanto uma das extremidades é utilizada para a estimulação do clitóris, a outra é introduzida na vagina e ainda promete atingir diretamente o “ponto G”. O controle remoto comanda a intensidade de todo o sistema, que é construído com silicone cirúrgico e antialérgico.

5. Lyla 2

Você já viu alguns vibradores que respondem a comandos de controles remotos, mas o Lyla 2 leva isso a um outro nível. Com alcance de até 12 metros de distância, o controlador reconhece gestos muito mais complexos, permitindo que carícias e massagens na estrutura sejam enviadas de maneira diferente para a base, que fica com a parceira. As vibrações são sincronizadas para que os dois envolvidos tenham sensações na brincadeira.

6. Mio Ring

Apesar de a grande maioria dos brinquedos sexuais serem desenvolvidos para as mulheres, também há alguns que podem ser usados por homens. Um ótimo exemplo é o Mio Ring, que funciona como um anel estimulador peniano e controlado remotamente. Há também versões similares aos estimuladores femininos, com controles sem fio para aumentar a interação entre os parceiros.

7. Kiiro

O Kiiro não é um aparelho único, pois possui duas partes interdependentes. A Onyx é uma estrutura especialmente produzida para a introdução do pênis, sendo responsável pela identificação de movimentos com bastante precisão — como promete a fabricante. Esses movimentos são enviados diretamente para o Pearl, que funciona como um vibrador. Você entendeu certo: ele funciona para permitir que parceiros possam ter relações à distância.

8. Love Palz

Este conjunto é bem similar ao Kiiro, permitindo que distâncias sejam encurtadas e as relações continuem aquecidas, mesmo sem a presença física. Conectado a um computador, as duas partes do sistema se integram via internet e fazem com que a relação sexual possa ser simulada. Ao contrário de outros brinquedos, o Love Palz não vibra e não tem estimulações adicionais, sendo baseado apenas na profundidade dos movimentos.

.....

Estes são alguns dos brinquedos sexuais com conectividade mais vendidos atualmente. Você gostou das funcionalidades deles ou acha que ainda falta alguma coisa para que produtos deste tipo possam se tornar verdadeiro sucesso? Afinal de contas... O que ainda falta ser inventado na indústria dos brinquedos eróticos?

Cupons de desconto TecMundo: