Já imaginou viajar para o exterior com seu smartphone e receber uma conta de R$ 34 mil reais pelo uso da internet em roaming? Foi isso que aconteceu com uma adolescente britânica, que foi para Antígua e Barbuda passar as férias com a mãe e teve essa surpresa indigesta no final do mês.

Na verdade, quem levou o susto foi o padrasto da menina, responsável pela linha. Ele recebeu duas contas diferentes, uma de 5,4 mil libras (R$ 20,5 mil) e uma de 3,5 (R$ 13,3 mil). David Mason chegou a pagar a primeira fatura, mas se recusou a pagar a segunda.

Acontecimentos inesperados

Enquanto mãe e filha viajavam, Mason recebeu uma notificação de que a conta da menina havia atingido 50 libras (cerca de 190 reais) no uso de roaming. O padrasto alertou a jovem, que passou a usar apenas o WiFi.

Entretanto, mesmo sem saber, a garota manteve-se conectada a operadora da Jamaica associada a Orange (operadora da linha). Felizmente, cliente e operadora entraram em negociação e o preço cobrado foi reduzido para 500 libras (R$ 1,9 mil). O montante de 5,4 mil libras pago por Mason pela primeira fatura será ressarcido.

Cupons de desconto TecMundo: