Ele pode ter sistema operacional Tizen, memória RAM de última geração e capacidades de conexão com smartphones das mais diversas marcas. Mas o Samsung Gear 2 não é capaz de resistir a um tiro de uma pistola Desert Eagle .50. É claro que o que acabamos de dizer é uma grande brincadeira, mas foi esse é o teste que o canal RatedRR realizou na última semana.

Como já fez com uma série de aparelhos — PlayStation 4, Xbox 360 e Galaxy S5 são alguns dos dispositivos que já passaram pelas mãos dos “assassinos de tecnologia” —, os atiradores de elite do RatedRR decidiram destruir também os relógios inteligentes da fabricante sul-coreana. E como não poderia ser diferente, todo o processo foi gravado com uma câmera de alta velocidade para que você possa ver com todos os detalhes.

No início do vídeo, o Samsung Gear 2 é aprovado em testes de queda em solos rígidos e também na água, sem sofrer qualquer avaria que atrapalhe o bom funcionamento do sistema. No terceiro teste, os responsáveis pelo canal dispararam com uma Desert Eagle .50 em direção ao relógio, que não teve chances de defesa e terminou completamente destruído.

Cupons de desconto TecMundo: