Pesquisadores da Universidade Tufts e da Universidade de Boston trabalham em um novo material que se faz invisível aos olhos humanos. Ao invés de refletir ondas luminosas do tecido, o “manto invisível” (como é chamado pelos cientistas) tem como propriedade transmitir as ondas eletromagnéticas para o lado oposto.

Trata-se de fibras de seda revestidas por ouro. Um único centímetro quadrado possui 10 mil ressonadores do metal, encarregados de transpassar a luz. Por enquanto, o metamaterial só funciona na faixa dos terahertz (frequência localizada acima da do rádio e abaixo da do infravermelho).

O desafio dos cientistas agora é fazer com que o tecido trabalhe com comprimentos de onda muito menores, da grandeza das diferentes faixas luminosas enxergadas pelo olho humano. Por hora, tudo que o manto faz é evitar que o sinal do celular seja comprometido pelo tecido, masa experiência se mostra extremamente promissora.

Metamaterial Silk Composites at Terahertz Frequencies

Fonte: Advanced Materials

Caso seja bem sucedida, a pesquisa pode liderar uma nova área de estudos para a utilização do metamaterial na medicina. Como a seda é biocompatível e não é rejeitada pelo organismo humano, o novo tecido poderá ser implantado em pacientes para o monitoramento de funções do organismo.

Cupons de desconto TecMundo: