(Fonte da imagem: ShutterStock)

As chamadas vending machines são essas máquinas encontradas em shoppings e estações de metrôs e que estão sempre prontas a entregar algum produto mediante a inserção de cédulas e moedas. E apesar de serem populares ainda hoje, a primeira ideia de criar uma vending machine surgiu no século I d.C., sendo inventada pelo engenheiro mecânico Heron da Alexandria.

Segundo a revista Smithsonian, naquela época, os fiéis estavam pegando mais água benta do que deviam e, por isso, foi necessário inventar uma forma de controle para a venda. Assim, Heron criou um mecanismo que era acionado pelo depósito de uma moeda. O dinheiro, ao cair dentro da caixa, acionava uma alavanca que liberava o líquido e, à medida que o recipiente enchia, a moeda se deslocava de cima da alavanca, fazendo com que apenas a quantidade correta fosse entregue ao comprador.

Séculos mais tarde, esse tipo de máquina se popularizou bastante e, hoje, vende não apenas água (engarrafada, e não benta), como também doces, salgadinhos, livros, ovos e até caranguejos vivos. Duvida? Pois, então, confira a lista abaixo!

1. Pão baguete

Acordou para o café da manhã e está sem pão? Se você mora na França, isso não é problema. Basta pegar os seus trocados, encontrar uma vending machine de baguetes e comprar um pão fresquinho e sem contato humano, ótimo para aquelas pessoas que acordam de mau humor.

(Fonte da imagem: Reprodução/Los Angeles Times)

A ideia é de Jean-Louis Hecht que, para garantir o pão fresquinho, insere o produto pré-assado para o cliente, sendo que o processo é finalizado apenas quando o cliente deposita o dinheiro.

2. Barras de ouro (que valem mais do que dinheiro)

Seu avião acabou de pousar na Alemanha e você sentiu aquela vontade incontrolável de comprar barras de ouro? Procure bem, pois pode haver uma vending machine da Gold-to-Go pertinho de você. Entretanto, especialistas garantem que o preço é bom para pessoas que estejam procurando um presente, mas não para quem quer investir, já que é possível negociar ouro por um valor menor no mercado especializado.

(Fonte da imagem: Reprodução/PopSci)

E como armazenar barras de ouro dentro de uma máquina dessas pode levantar inúmeros incidentes de segurança, a estrutura da máquina de barras de ouro é bastante reforçada, com aço especializado e até kevlar para garantir a integridade do precioso metal.

3. Sapatilhas em baladas

Dançar a noite toda com sapatos de salto alto ou desconfortáveis pode render calos, bolhas e outras lesões. Por isso, duas empresas britânicas resolveram investir em uma ideia inovadora: em vez de sair descalças das danceterias, as mulheres podem comprar sapatilhas em vending machines dedicadas a esse filão.

(Fonte da imagem: Reprodução/Telovation)

Cada par de sapatilha é vendido por cerca de R$ 17, e o calçado está disponível em pelo menos quatro cores: prata, dourada, preta e pink. No caso dos produtos vendidos pela empresa Afterheels, o produto é feito com material natural e sola completamente reciclável, apoiando, também, a sustentabilidade.

4. Produtos eróticos

Para não deixar os clientes na mão (tudum-pá), um motel na região de Gyeongju, na Coreia do Sul, fornece uma alternativa para quando algo dá errado na noite romântica de seus hóspedes: uma vending machine repleta de produtos eróticos e que podem ser comprados sem qualquer constrangimento.

(Fonte da imagem: Reprodução/Laura Walker/Flickr)

Apesar de a máquina fotografada por Laura Walker possuir os dizeres “Green Love”, não encontramos indício de que seus produtos sejam sustentáveis ou pelo menos recicláveis. De qualquer forma, o público-alvo talvez não se importe com isso.

5. Maconha

Bom, já que entramos no submundo das vending machines, vale a pena citar, também, a máquina de vender maconha para uso medicinal. De acordo com o inventor Vincent Mehdizadeh, essa vending machine poderia oferecer segurança, privacidade e até mesmo um desconto para pacientes que estejam sofrendo de dores crônicas, perda de apetite e outros sintomas que podem ser tratados com a droga.

(Fonte da imagem: Reprodução/MSNBC)

Mas não pense que qualquer um pode comprar o produto dessa vending machine. Para fazer isso, é necessário, além de um cartão pré-pago, que o cliente se identifique com sua digital e esteja cadastrado no banco de dados de pessoas autorizadas a usar a maconha como tratamento medicinal.

6. Jogos de Tabuleiro

Voltando agora para o mundo inocente das vending machines, não dá para negar o apelo geek dessa máquina especializada em vender jogos de tabuleiro. É uma pena que está disponível apenas no Japão, já que os preços parecem com os praticados nas lojas brasileiras. O equivalente ao nosso Banco Imobiliário, por exemplo, custa 3 mil yens, ou seja, R$ 67.

(Fonte da imagem: Reprodução/BoardGameGeek)

7. Besouros vivos

Normalmente, crianças gostam de capturar insetos vivos por diversão. No Japão, essa é uma tradição antiga e serve como forma de ensinar alunos de séries iniciais sobre a natureza. Porém, com a cidade crescendo onde antes havia florestas, a brincadeira começou a ser facilitada por meio de vending machines que entregam o bichinho ainda vivo para quem deposita o dinheiro na máquina.

(Fonte da imagem: Reprodução/Thumbpress)

8.  Caranguejos vivos

Todo mundo sabe que frutos do mar devem ser consumidos frescos. Por isso, uma vending machine com esse tipo de mercadoria deve levar em conta a saúde do consumidor e vender os produtos com a melhor qualidade possível. E, já que estamos falando de animais, por que não fornecê-los vivos?

(Fonte da imagem: Reprodução/Amazing Facts)

Em Nanjing, na China, uma dessas máquinas vende caranguejos vivos para os cidadãos que precisam levar um jantar para casa. Localizada em uma estação de metrô, a máquina surpreendeu até mesmo os habitantes do local, que na inauguração costumavam olhar com curiosidade para os crustáceos e até tirar fotos do ponto de venda.

9. Agressão Passivo-Agressiva

Em novelas é comum ver que, durante brigas ou situações de muito stress, as pessoas adoram quebrar louças no chão ou na parede. Além disso, um comportamento muito comum não só na ficção, como também na vida real, é o chamado passivo-agressivo, ou seja, uma atitude negativa muitas vezes disfarçada, como as famosas indiretas em atualizações do Facebook.

(Fonte da imagem: Reprodução/Today and Tomorrow)

Assim, a dupla de artistas Ronnie Yarisal and Katja Kublitz criaram uma escultura interativa no mínimo engraçada: uma vending machine em que, mediante o depósito de uma moeda, libera uma peça de louça que se espatifa dentro da própria máquina. Digamos que é uma versão com mais classe das brigas vistas na TV.

10. Iscas vivas para pesca

Se antes os pescadores de fins de semana pegavam minhocas no quintal de casa antes de partir para o rio, nos centros urbanos repletos de concreto essa situação fica um pouco mais complicada de ser resolvida. Portanto, por que não adaptar essa prática de acordo com a rotina dos dias de hoje?

Por isso, nada mais simples do que uma vending machine repleta de iscas vivas que podem ser compradas rapidamente por poucos dólares. É uma pena que beira de rio não tenha tomada, para deixá-la ainda mais perto dos pescadores.

Cupons de desconto TecMundo: