Móveis do quarto foram esculpidos por artista holandês (Fonte da imagem: Dezeen)

O hotel da imagem acima fica na região de Lapland, na Finlândia, a cerca de 200 quilômetros do Círculo Ártico. Essa é uma região cujos habitantes presenciam fenômenos incomuns, como as auroras e o sol da meia noite e, por isso, um hotel como esse, mesmo que na pequenina cidade de Jukkasjärvi, pode atrair turistas em busca de aventuras e imagens impressionantes.

Entretanto, se passar as férias nesse reduto gelado estiver nos seus planos, talvez seja melhor se apressar: o hotel funciona apenas por três meses, quando o clima está frio o suficiente para manter o gelo intacto. Neste ano, um dos quartos foi esculpido pelo artista holandês Wouter Biegelaar, que transformou blocos de gelo em móveis de propósito múltiplo e que servem tanto para descansar quanto para jantar ou dormir.

Móvel de gelo serve tanto de mesa quanto de cama e sofá (Fonte da imagem: Dezeen)

E, pelo visto, o artista gostou de esculpir em gelo, tanto que comentou que, diferentemente de outros materiais, o gelo não possui “nós” e nem exige ser esculpido em uma determinada direção. “O resultado se dá diretamente da quantidade de força que você aplica, então ele faz exatamente o que você quer”, complementou Biegelaar em entrevista para o site Dezeen.

Cupons de desconto TecMundo: