Yao Defen morreu com 40 anos e 2,33 metros de altura (Fonte da imagem: The Tallest Man)

De acordo com notícias divulgadas hoje na imprensa chinesa, a mulher mais alta do mundo, Yao Defen, morreu em meados de novembro passado, aos 40 anos de idade, devido a um tumor na glândula pituitária do cérebro, doença responsável também por fazer com que Defen crescesse tanto.

Nascida em 1972 na província de Anhui, a chinesa media 1,85 metros aos 13 anos de idade e ultrapassou a altura de 2 metros aos 15 anos. O gigantismo de Defen foi causado pelos hormônios de crescimento secretados por um tumor cerebral e, em 2006, depois de passar uma intervenção cirúrgica, a doença da recordista deixou de atormentá-la. Mesmo assim, os sintomas voltaram cerca de um ano depois, quando a família já não possuía condições de pagar por uma nova cirurgia.

(Fonte da imagem: The Tallest Man)

Pesando 200 quilos e calçando sapatos de número 55, Defen também sofria com hipertensão, desnutrição, osteoporose e diversas doenças cardíacas. O recorde de mulher mais alta do mundo foi constatado pelo "Guinness" em 2011 e Defen media 2,33 metros quando faleceu.

Cupons de desconto TecMundo: