Os moradores da cidade de Hallstatt, na Áustria, agora possuem uma segunda casa no mundo. A China acaba de inaugurar uma cópia exata da cidade em Boluo, no sul do país. Já aberto para visitação desde o último final de semana (1º), o clone de Hallstatt conta com as típicas casas de madeira daquela região europeia e, como não podia ser diferente, a torre com relógio de números romanos que serve como ponto turístico.

Os sentimentos a respeito do assunto estão dividindo não apenas a imprensa internacional, como também os chineses. Além daqueles que se sentem indignados ou maravilhados com o feito, muitos consideram a ação do governo chinês muito estranha e tentam entender as razões que levam um país a fazer isso.

Que tal essa vila austríaca em pleno sul da China? (Fonte da imagem: Reprodução/Yahoo!)

Entretanto, essa não é a primeira vez que isso acontece na China. Perto de Shanghai e Chengdu, por exemplo, existem cópias de cidades britânicas, com direito às arquiteturas da capital londrina e até mesmo réplicas das típicas cabines telefônicas vermelhas. Além disso, também perto de Shanghai se encontra uma cidade "alemã" com estátuas de Johann Wolfgang von Goethe e Friedrich Schiller.

Quem quiser também pode ver um pouco da França na China (Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia)

Como se não bastasse, o país também possui réplicas de cidades holandesas e até da Torre Eiffel, além de cópias de castelos europeus, da Ópera de Sidney, do Arco do Triunfo e até da Casa Branca. Mas o melhor ainda está por vir, já que o país pretende criar um centro financeiro fortemente inspirado em Manhattan.

Cupons de desconto TecMundo: