Até mesmo Lady Gaga investe sua fortuna em empresas de tecnologia (Fonte da imagem: Hilary_JW/Wikipedia)

Engana-se quem pensa que celebridades vivem de fofocas e escândalos nas primeiras páginas dos tabloides. Ultimamente, muitas têm aproveitado para investir suas fortunas em outras áreas, como empresas de informática e tecnologia. Afinal, a fama não dura para sempre, certo?

Confira, na lista a seguir, algumas celebridades que andam apostando em startups e empreendimentos tecnológicos nos últimos tempos.

1. Lady Gaga investe em música online

A internet revolucionou a nossa relação com a música. Hoje, muitos estão dispensando as mídias físicas a favor de arquivos digitais ou conteúdo via streaming, sem falar em serviços como Last.fm e Ping, que agregam um fator ainda mais social ao hábito de ouvir músicas. Talvez por isso tudo, artistas como Lady Gaga e Kanye West não pretendem ficar de fora dessa remodelação pela qual está passando a indústria.

Recentemente, Gaga e West investiram US$ 7,5 milhões (RS$ 15,3 milhões) no Turntable.fm, uma espécie de sala de bate-papo com música em que os participantes podem bancar o DJ do chat. Por enquanto, o serviço está disponível apenas nos Estados Unidos e, em agosto do ano passado, cerca de 300 mil pessoas já haviam aderido à novidade.

2. Leonardo DiCaprio investe na mídia visual

Pelo visto, esse é mais um caso em que a celebridade procura investimentos que apresentem alguma afinidade com sua profissão. Depois de fazer muito sucesso nas telas de cinema do mundo todo, Leonardo DiCaprio investiu US$ 4 milhões (R$ 8,1 milhões) na plataforma Mobili, um serviço online usado por quem gosta de compartilhar imagens e vídeos com amigos, parentes e até mesmo desconhecidos.

Leonardo DiCaprio investe no compartilhamento de imagens e vídeos (Fonte da imagem: Georges Biard/Wikipedia)

3. Timberlake e realidade aumentada

Justin Timberlake tem investido pesado na internet. Em 2010, foi a vez de o cantor apoiar o Stipple, um serviço de compartilhamento de imagens que permite, inclusive, que os membros lucrem alguns trocados com as suas fotos. Depois, Timberlake investiu no MySpace, rede social que já foi muito popular entre músicos e que, ultimamente, tem perdido público.

MySpace é um dos investimentos de Justin Timberlake (Fonte da imagem: Gary King/Wikipedia)

Mas o último investimento do ator foi com a Dekko, uma empresa fundada em maio de 2001 e que desenvolve games e aplicativos com o propósito de usar a realidade aumentada para misturar um pouco de ficção na vida real.

4. Will Ferrell investe no humor online

Em 2007, Will Ferrel inaugurou o site “Funny or Die”, em que reúne vídeos de algumas esquetes realizadas pelo ator e seus colegas. A página estreou com “The Landlord”, pequeno filme protagonizado pela própria filha de Ferrell que, apesar de ter 2 ou 3 anos de idade, interpreta uma locatária bêbada e violenta, que tenta cobrar o aluguel atrasado do próprio Will Ferrell.

Will Ferrell investiu em um site para compartilhamento de vídeos engraçados (Fonte da imagem: Guillermo Quezada/Wikipedia)

Esse vídeo foi visto quase 80 milhões de vezes e chegou até a ganhar continuação no site criado pelo comediante. Hoje, o Funny or Die permite o upload de conteúdo e alguns tipos de interações com outros membros do site, como votar nos filmes mais engraçados.

5. Ashton Kutcher: a estrela das startups

O novo astro de Two and Half Men, Ashton Kutcher, é, sem dúvida, a celebridade que mais investe em empresas iniciantes. No total, são mais de 10 companhias, que incluem Foursquare, GroupMe, Flipboard, Milk, Airbnb, Blekko e outras.

Kutcher já investiu em mais de 10 companhias, como Flipboard e Foursquare (Fonte da imagem: David Shankbone/Wikipedia)

6. M.C. Hammer fracassou?

É claro que, no mundo dos investimentos, os negócios nem sempre dão certo. O famoso rapper M.C. Hammer, que já embalou as noites de muita gente com o sucesso “U Can’t Touch This”, investiu seu dinheiro em pelo menos duas iniciativas na internet: o mecanismo de busca de informações relacionais WireDoo e a rede social de pessoas que gostam de dançar, conhecida como DanceJam. Porém, os dois projetos foram interrompidos e, hoje, apresentam apenas uma mensagem de alerta para o visitante.

7. Kim Kardashian e seu clube de sapatos

Imagine um clube de compras de artigos femininos. Todo mês, estilistas selecionam os sapatos, bolsas e joias de acordo com o seu estilo, facilitando assim a compra. Nada de filas, itens indesejáveis e sequer a necessidade de procurar uma vaga para estacionar. É isso que a estilista Kim Kardashian ajudou a criar.

Kim Kardashian investiu em uma espécie de clube de compras pela web (Fonte da imagem: The Gloss)

O Shoedazzle é um site que personaliza a oferta de produtos de acordo com um pequeno questionário respondido por quem se cadastrar na página. Caso receba o item e acabe não gostando, não tem problema: o produto pode ser devolvido, assim como o dinheiro. Outro diferencial é o fato de que os produtos possuem preços a partir de US$ 40 (R$ 81), o que torna tudo mais atraente. Porém, não adianta ficar animada: o Shoedazzle está disponível apenas para os Estados Unidos e o Canadá.

Fonte: Mashable

Cupons de desconto TecMundo: