Qual é o “material” mais produzido em um zoológico? Logicamente a resposta é “cocô”. Em Denver, os responsáveis pelo Denver Zoo contrataram três engenheiros para encontrar um modo de transformar as toneladas de fezes geradas em algo aproveitável. Assim, eles conseguiram desenvolver um sistema (acoplado a um motor elétrico) capaz de utilizar os resíduos como fonte de energia.

As fezes são processadas em pequenos fragmentos, que depois são aquecidos em um ambiente anaeróbio. Assim é produzido um gás sintético, que pode ser queimado para gerar a energia necessária para abastecer as baterias e o motor elétrico. Depois foi só adaptar o sistema ao Tuk Tuk (veículo) tailandês do zoológico para garantir que os funcionários pudessem carregar seus equipamentos com rapidez e economia.

Segundo mostrado pelo Denver Post, se toda a quantidade de cocô obtida pelo Denver Zoo puder ser utilizada para abastecer o Tuk Tuk, cerca de 700 toneladas de fezes seriam aproveitadas por ano. Isso ainda poderia gerar uma economia de até 150 mil dólares para o zoológico. Depois de mais alguns testes, os engenheiros vão apresentar o sistema publicamente no parque.

Cupons de desconto TecMundo: