(Fonte da imagem: Divulgação/Encyclopaedia Britannica)

Em 1990, a Enciclopédia Britânica (Encyclopaedia Britannica) atingiu a incrível marca de 120.000 coleções vendidas. Já em 2010 (a última versão que foi impressa), apenas 8.000 saíram das lojas. Se você está pensando que a internet é a grande culpada por isso, tem toda a razão. Como Jorge Cauz – presidente da Enciclopédia Britânica – disse,  a internet tem ferramentas melhores e elas precisam ser exploradas.

Por essa razão, a Enciclopédia Britânica será continuada apenas na versão online – ou seja, não vai haver mais impressões dos 32 volumes e mais de 65.000 artigos existentes no material. Segundo Cauz, dessa forma é possível realizar atualizações muito mais rapidamente, além de que os conteúdos multimídia podem ser bem mais interessantes.  

Mesmo com todas as boas notícias, é bem provável que os mais nostálgicos sintam bastante falta da Enciclopédia Britânica. Afinal de contas, já são 244 anos desde o lançamento da primeira versão de uma das mais famosas obras do mundo. “Descanse em paz, versão impressa”.

Cupons de desconto TecMundo: