O artista plástico Scott Garner, depois de vários anos pensando em uma forma de tornar as pinturas mais interativas, decidiu criar a peça que você pode ver no vídeo acima.

Utilizando uma tela LCD, montada sob uma moldura rotatória, Garner conectou na parte traseira do aparelho sensores de inclinação USB. Depois, ele usou um simples aplicativo para se comunicar com o sensor e alimentar a tela com imagens 3D.

As cenas são geradas em tempo real com o software Unity 3D. Ao virar a tela, as imagens acompanham o movimento, fazendo com que os objetos se desloquem de um lado ao outro do cenário.

Imagine se a ideia se populariza e criam uma galeria onde você possa bagunçar o cabelo da Mona Lisa ou fazer cócegas no personagem de O Grito, de Munch!

Cupons de desconto TecMundo: