Russo quase morre atingido por um fragmento de satélite

1 min de leitura
Imagem de: Russo quase morre atingido por um fragmento de satélite
Avatar do autor

(Fonte da imagem: Reuters)

Andrei Krivorukov é o que podemos considerar como um cara de sorte. Ele nunca poderia imaginar que estaria salvando a própria vida ao sair para buscar lenha segundos antes de uma bola de titânio, com 50 centímetros de diâmetro, invadir a sala através do telhado.

O metal era parte de um satélite que havia sido lançado pelo governo russo minutos antes, mas que falhou a alcançar a órbita necessária e acabou por explodir no ar. O lançamento ocorreu 100 km ao norte da casa de Krivorukov.

O proprietário da casa disse ao jornal local que ouviu um grande barulho quando o fragmento atingiu o telhado. “Eu subi na casa e não pude acreditar no que havia acabado de acontecer. Então vi o buraco e um grande objeto de metal no chão”, reportou Krivorukov.

A perda desse satélite fecha um ano desastroso para o programa espacial russo. Em 2011, o país perdeu, além do citado, três satélites de navegação, um satélite militar avançado, um satélite de telecomunicações, uma sonda para Marte e um foguete de suprimentos.

O próximo lançamento da Soyuz está agendado para acontecer hoje, dia 26 de dezembro. Esperamos que dessa vez eles tenham sucesso.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Russo quase morre atingido por um fragmento de satélite