(Fonte da imagem: Northwestern)

Visão infravermelha é, definitivamente, algo incrível e importante em diversos casos. Seja no trânsito ou nos campos de batalha, essa capacidade sempre serve como um item a mais de segurança.

Por isso o exército americano quer que todos os soldados sejam equipados com uma câmera infravermelha para auxiliá-los nos mais diversos processos. O problema é que até então essa tecnologia ainda é muito cara e uma câmera extremamente simples pode custar milhares de reais.

Por isso a DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency ou Agência de Pesquisa em Projetos de Defesa Avançada) acaba de financiar um projeto de 13,4 milhões de dólares da empresa Raytheon para a adaptação de câmeras que caibam em PDAs e smartphones. Claro que elas não terão uma resolução de 8 megapixels, mas sim uma resolução de 640 x 480 e custarão menos de 500 dólares cada.

Se você está se perguntando o por quê da escolha da Raytheon, isso talvez tenha algo a ver com o projeto Night Driver, como foi revelado por um usuário da página TheVerve. Como você pode observar no vídeo acima, a empresa já foi responsável por desenvolver tecnologias que ajudam os motoristas em situação de escuridão completa.

Cupons de desconto TecMundo: