Ondas oceânicas que brilham como neon quando quebram podem perfeitamente lembrá-lo do filme Avatar. Mas aqui, os vídeos são reais. Praias ao longo do sul da Califórnia, nos Estados Unidos, recentemente passaram a demonstrar este fenômeno. Mas o que poderá estar causando isso?

Uma reportagem recente da Discovery News parece ter encontrado a resposta. De acordo com o biólogo marinho Jorge Ribas, o brilho é causado por uma gigante maré vermelha (aglomeração de algas) de fitoplâncton bioluminescentes da espécie Lingulodinium polyedrum. Os microrganismos emitem luz em resposta ao movimento abrupto, como quando uma onda colide com a costa, uma prancha de surf passa pela água, ou um barco atravessa a região. O resultado é este que podemos ver nos vídeos.

Para surfistas que não se preocupam em dividir o espaço no mar com microrganismos, esta é uma oportunidade única. Esportistas noturnos têm ido até as praias da Califórnia só para terem a oportunidade de se divertirem sobre o mar brilhante. Os organismos podem estar presentes também na praia, o que faz com que até quem esteja caminhando pela região possa ver o efeito, com o solo brilhando a cada passo.

Cupons de desconto TecMundo: