Há quem diga que as revistas físicas estão com os dias contados, porque os tablets estão dominando o mercado com uma velocidade incrível. Outros, mais conservadores, afirmam que os livros e revistas jamais serão substituídos por eletrônicos. Pode ser que essa questão nunca seja respondida, mas para algumas crianças nascidas depois de 2009 o papel pode ser um bicho de sete cabeças.

Como você pode ver no vídeo, uma garotinha (acostumada com os comandos por toque na tela do tablet de seus pais) mostra bastante dificuldade em conseguir brincar com uma revista impressa. Além de não oferecer acelerômetro para se ajustar à angulação da criança, a publicação também não responde aos toques da menina, que não consegue entender os motivos da falta de interação.

Isso é só uma pequena prova da força que os eletrônicos estão ganhando com as novas gerações. Se os livros vão ser realmente extintos, ainda não podemos saber. Será que algum dia as publicações impressas serão realmente deixadas de lado?

Cupons de desconto TecMundo: