Fonte da imagem: divulgação/ARM

Um grupo de pesquisadores de várias universidades britânicas se uniu para tentar realizar um feito inédito: utilizar componentes eletrônicos para imitar o cérebro humano. Para isso, construíram um complexo sistema composto por 1 milhão de processadores ARM. O resultado final chama-se Spiking Neural Network Architerure.

Mas o resultado ficou muito aquém do que oferece o cérebro humano, pois apenas 1% da capacidade neural foi imitada. Mesmo assim, os cientistas estão satisfeitos e, com o resultado, planejam estudar uma série de causas para doenças do sistema neurológico, como esquizofrenia e disfunções cognitivas.

Cupons de desconto TecMundo: