Olhe para esta árvore absurdamente mais alta do que qualquer outra da região. Tem alguma coisa estranha nela, não tem?

É porque ela não é uma árvore, mas sim uma torre de celular disfarçada. Essa é uma prática comum nos Estados Unidos, embora seja difícil acreditar em alguém sendo enganado pelo resultado final.

Tudo começou nos anos 80, quando os americanos começaram a construir a estrutura necessária para o funcionamento dos celulares.

Começaram também as reclamações dos moradores de que as torres eram feias e poluiam a paisagem. Por isso, muitas empresas passaram a disfarçar as construções em igrejas ou caixas d'água.

Até que surgiu uma empresa chamada Larson Camouflage, com experiência em criar ambientes e objetos falsos para parques da Disney.

Esta empresa criou uma torre de celular em formato de pinheiro. Foi o pontapé inicial para a mania de criar árvores falsas cobrindo as torres.

A demanda pelos celulares aumentou, junto com a necessidade de melhorar a infraestrutura. Mais torres foram feitas e os disfarces se estabeleceram como uma forma de diminuir o impacto da construção na região. 

Se você der um desconto, algumas chegam quase a enganar. Mas precisa ser um desconto grande, principalmente quando tem árvores reais por perto para você comparar.

Existem entre 1 mil e 2 mil torres-árvores dessas nos Estados Unidos. Uma só empresa chega a produzir 350 delas por ano e tem de toda espécie de planta, até mesmo cactos.

Bem, dizem que gosto não se discute, né? Poderiam pelo menos fazer como o pessoal da Polônia, que disfarçou tudo direitinho nessa igreja.

E você? O que achou? Deixe sua opinião nos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: