Imagem de: Sério mesmo? Empresa cria velas controladas por smartphones

Sério mesmo? Empresa cria velas controladas por smartphones

1 min de leitura
Avatar do autor

Embora nem todas as tecnologias sejam criadas com o intuito de ser úteis ou melhorar a vida humana (nem precisem ter esse objetivo), é difícil não olhar para algumas delas e questionar o propósito de sua existência. É o caso da LuDela, uma “vela inteligente” que promete ser a opção mais segura da categoria.

Usando uma tecnologia batizada por seus criadores como “WiFire”, o produto se conecta a smartphones que podem ser usados para acender uma chama real. Dentro do dispositivo há um repositório para cera real que queima da maneira que se espera da uma vela e pode ser substituída livremente pelo usuário.

cada unidade custa US$ 99 (R$ 317), valor que sobe para US$ 199 (R$ 639) a partir da segunda leva

Cada unidade da LuDela é equipada com baterias próprias, sendo que um único smartphone é capaz de ligar várias delas. O gadget também conta com sensores de proximidade que extinguem as chamas quando alguma pessoa ou animal se aproxima demais e um sensor que apaga o equipamento caso ele seja derrubado ou colocado em uma posição considerada inadequada.

Caso você seja um fã de velas e essas características se mostrem atrativas, há só a questão do preço: atualmente em processo de pré-venda, cada unidade custa US$ 99 (R$ 317), valor que sobe para US$ 199 (R$ 639) a partir da segunda leva. Além do valor não ser convidativo, ele não garante nenhum refil — futuramente, a fabricante pretende oferecer um serviço de assinaturas que garante opções de recarga com cheiros diferentes inspirados nas estaços do ano.

Categorias

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Sério mesmo? Empresa cria velas controladas por smartphones