Você pode não saber, mas a produção de tijolos é uma das grandes vilãs da destruição do meio ambiente. Toneladas de gás carbônico são despejados na natureza, devido à fabricação desses elementos que são tão necessários para as construções. Visando sanar esse problema, o professor do departamento de arquitetura da Universidade Americana de Sharjah (nos Emirados Árabes), Ginger Krieg Dosier, decidiu produzir tijolos sem poluir.

(Fonte da imagem: Bustler)

Para isso, ele utilizou bactérias atóxicas que conseguem petrificar areia. Ou seja, utilizando formas com areia e adicionando essas bactérias, é possível obter tijolos resistentes o bastante para que possam ser utilizados em construções de casas ou prédios. Como o processo de fabricação dispensa a necessidade de aquecimento, não existe emissão de poluentes na atmosfera.

A mesma técnica foi aplicada em um protótipo de impressora 3D. Esse tipo de equipamento pode reproduzir modelos projetados nos computadores e geralmente utilizam PVC para a produção dos moldes. Com areia e bactérias, os projetos podem ser mais parecidos com estátuas comuns. (Fonte da imagem: Bustler)

Cupons de desconto TecMundo: