Não é novidade para ninguém que um dos principais materiais buscados na reciclagem de eletrônicos é nada menos do que o ouro presente em seus componentes. Mas se você já pensou em tentar o mesmo para conseguir alguns trocados, o vídeo logo abaixo vai fazê-lo mudar de ideia.

Nele, é possível ver todo o trabalho que envolve a recuperação desse metal precioso – que envolve muito tempo, paciência, cuidado e habilidade. O vídeo, feito pelo canal do youtube Cody’sLab, traz quase dez minutos de processos complexos, que também pedem equipamentos de forja profissionais, por exemplo, mas podem ser resumidos nos seguintes passos, cada um feito para “filtrar” o ouro de todo o resto:

  • Moer todos os componentes;
  • Incinerar e peneirar a “areia” resultante dos componentes moídos;
  • Usar um magneto para retirar a maior quantidade possível de ferro do material;
  • Derreter tudo em uma fornalha para remover o chumbo;
  • Dar um banho de eletrólise e de ácido no metal derretido para separar o ouro do cobre;
  • Filtrar o ouro restante e colocá-lo novamente na fornalha para derreter.

E o que você tem, depois de esmigalhar, derreter, dissolver e ferver os dois quilos de componentes eletrônicos? Uma minúscula esfera de ouro puro de “incríveis” 40 mg, tão pequena que mal é visível na palma da mão.

Pois é. Todo esse trabalho para conseguir só um pouquinho de ouro...

Se você pensa que fazer tudo isso compensa pelo resultado, é bom deixar claro que não é bem assim. Segundo o próprio youtuber, os lucros desse processo são “apertados”, o que pode provavelmente resultar em prejuízos para os menos experientes nessas tarefas. Mas isso não torna todo o processo menos impressionante.

Cupons de desconto TecMundo: