Após um investimento de 30 anos e mais de US$ 12 milhões, o primeiro jetpack vendido em escala comercial pode se tornar realidade. Usando um manequim de testes, a companhia responsável pelo Martin Jetpack conseguiu que o aparelho alcançasse alturas de voo de até 1,5 quilômetros – algo surpreendente, levando em conta que até recentemente o dispositivo apenas planava pouco acima do solo.

Segundo o criador do jetpack, Glenn Martin, o feito representa um avanço notável para atingir o objetivo de produzir o aparelho em grande escala. Segundo ele, em aproximadamente 18 meses, devem começar a ser entregues as primeiras versões da máquina com e sem tripulação para alguns consumidores selecionados.

Antes de ser vendida, a invenção vai passar por mais uma fase intensiva de testes, etapa necessária para aprimorar a tecnologia utilizada e estender o tempo de uso do aparelho, que atualmente gira em torno de meia hora. Para conhecer mais detalhes sobre o Martin Jetpack, confira o artigo “Jetpack: voar livremente já é uma opção”.

Cupons de desconto TecMundo: