Casa Gucci: Ridley Scott responde às reações da real família Gucci ao filme

1 min de leitura
Imagem de: Casa Gucci: Ridley Scott responde às reações da real família Gucci ao filme
Imagem: Metro-Goldwyn-Mayer
Avatar do autor

Casa Gucci, também conhecido como House of Gucci, ainda nem estreou nos cinemas brasileiros e já está gerando polêmicas ao redor do planeta. Isso porque a verdadeira família Gucci não está nada contente com a produção, e acusa o diretor Ridley Scott de se aproveitar da imagem deles.

(Fonte: MGM/Reprodução)(Fonte: MGM/Reprodução)Fonte:  MGM 

Antes do lançamento do filme, membros da família Gucci deicidiram se manifestar e protestar. Patrizia Gucci, sobrinha de Maurizio Gucci, reclamou que Scott estava apenas tentando lucrar por meio da história e de interpretações que buscavam envergonhar a imagem da família.

Em particular, Patrizia Gucci protestou sobre a escolha de Al Pacino para o papel de seu avô, por conta de diferenças físicas.

"Meu avô era um homem muito bonito, como todos os Guccis, e muito alto, olhos azuis e muito elegante. Ele está sendo interpretado pelo Al Pacino, que já não é muito alto, e essa foto o mostra gordo, baixo, com costeletas, muito feio. Vergonhoso, porque ele não se parece em nada com ele", disse a membro da família Gucci.

Além da sobrinha de Maurizio, a própria Patrizia Reggiani, interpretada por Lady Gaga no filme, fez um protesto sobre a atuação da atriz e cantora. Ela admitiu não ter gostado do fato de Gaga personificar ela sem nem ao menos conversar ou conhecer Reggiani antes. A atriz respondeu dizendo que não queria fatores externos interferindo em sua atuação.

(Fonte: MGM/Reprodução)(Fonte: MGM/Reprodução)Fonte:  MGM 

Reposta de Ridley Scott

Scott, que dirigiu e idealizou o filme, foi outro que comentou sobre as acusações da família Gucci em uma entrevista ao programa Today, da BBC Radio 4.

Sobre as acusações de se aproveitar para lucrar em cima do nome da família, o diretor disse que não fez nada de errado e que os acontecimentos da família Gucci são "domínio público" por conta da notoriedade dos casos.

"Eu não me envolvo com isso. Você tem que lembrar que um Gucci foi assassinado e outro foi para a prisão por sonegação de impostos, então você não pode estar falando comigo sobre ter lucro. Assim que fizer isso [cometer crimes], você se tornará parte do domínio público", argumentou Scott.

Casa Gucci (House of Gucci) está marcado para estrear nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (25).