HBO Max: nome do streaming não agrada executivos e pode ser trocado

1 min de leitura
Imagem de: HBO Max: nome do streaming não agrada executivos e pode ser trocado
Imagem: HBO Max
Avatar do autor

A plataforma de streaming HBO Max já está bem estabelecida no mercado com um acervo variado e estreias no catálogo próximas de lançamentos nos cinemas, mas alguns dos veteranos da WarnerMedia ainda estão incomodados com um assunto: o nome do serviço.

Segundo uma reportagem da CNBC, diversos executivos da empresa — incluindo o CEO atual, Jason Kilar — não ficaram satisfeitos com a escolha de "HBO Max" para representar a plataforma. O grupo acredita que ele não representa toda a programação da WarnerMedia e faz parecer apenas uma versão do próprio canal HBO, deixando de fora vários outros nomes fortes em termos de conteúdo.

O problema? O chefe executivo da AT&T, que era a então dona da empresa, e o presidente da WarnerMedia, Bob Greenblatt, gostavam do nome para de fato dar esse protagonismo para a HBO, apesar de reconhecerem que o catálogo vai muito além. No Brasil, por exemplo, as abas da plataforma incluem Cartoon Network, DC, Warner Bros. e originais da HBO Max, fora filmes, séries e documentários de outras produtoras.

Mudança de ares

Ainda de acordo com a CNBC, a atual mudança corporativa da WarnerMedia pode ser uma nova oportunidade para que a alteração do nome volte a ser um tópico de reuniões.

Isso porque a empresa e a Discovery anunciaram uma fusão em maio de 2021 que envolveu a saída da AT&T do quadro de acionista majoritária. Em 2022, o CEO David Zaslav passará a ter o controle também da WarnerMedia, o que inclui um poder de decisão para fazer a troca de nome.

A reportagem especula que, mesmo que a plataforma Discovery Plus não passe a integrar o pacote HBO Max em um futuro próximo, a alteração seria quase inevitável para o primeiro semestre de 2022. Procurados, representantes oficiais da marca não comentaram a matéria.

Fontes