Godzilla vs Kong: a ciência diz quem tem mais chances de ganhar

4 min de leitura
Imagem de: Godzilla vs Kong: a ciência diz quem tem mais chances de ganhar
Imagem: WarnerBros/Divulgação
Avatar do autor

A paleontóloga Kiersten Formoso, da Universidade do Sul da Califórnia, usou seus conhecimentos para analisar a morfologia dos dois protagonistas que estrelam um dos filmes mais esperados de 2021, tentando prever quem sairá vencedor do maior embate do cinema: Godzilla vs. Kong.

“Em última análise, esta é uma luta entre um réptil e um primata gigantes, e existem vantagens e desvantagens biológicas relativas a cada um deles. A pesquisa que faço sobre morfologia e biomecânica pode nos dizer muito sobre essa batalha”, diz ela, em um artigo para o site The Conversation.

Obviamente, a antropóloga levou em conta a liberdade criativa que exagerou características dos dois personagens. “Kong e Godzilla estão definitivamente muito além dos reinos da possibilidade biológica, tanto em relação ao seu tamanho quanto às leis da física. Seus corações não poderiam bombear sangue para suas cabeças; ambos teriam problemas de regulação de temperatura e demoraria muito para que os sinais nervosos do cérebro chegassem a partes distantes do corpo – somente para citar alguns problemas”.

#TeamKong

Kong é mais que um gorila gigantesco. “Uma das coisas mais impressionantes é sua postura ereta e bípede. Essa habilidade pode sugerir uma relação evolutiva próxima com o único macaco ereto vivo, os humanos. Como nós, Kong tem pernas grossas e musculosas voltadas para andar e correr, e grandes braços livres com mãos que agarram, permitindo-lhe usar ferramentas”, explica a paleontóloga.

Uma postura ereta traz a vantagem evolutiva de ter um tronco altamente flexível e capaz de girar. “Este recurso, além da nossa cintura escapular solta (a parte que compreende os ombros e as clavículas) fez dos seres humanos os melhores atiradores no reino animal. Arremessar é útil em uma luta, e Kong provavelmente poderia fazer isso melhor que Godzilla.”

Segundo Formoso, o tamanho de Kong é, obviamente, uma vantagem frente a um adversário que tem o mesmo tamanho que ele. Nem mesmo o maior antepassado dos gorilas chegou perto do seu tamanho: o Gigantopithecus viveu entre cinco milhões e cem mil anos atrás, tinha três metros de altura e pesava entre 300 kg e 500 kg (não sabemos seu peso, mas o King Kong do embate com Godzilla mede cerca de 120 metros).

“Kong tem muitos atributos semelhantes aos de um gorila, incluindo longos braços musculosos, um focinho curto com grandes dentes caninos e uma mandíbula com músculos excepcionalmente fortes”, escreveu Formoso.

Para a paleontóloga, ele é “forte, ágil, confortável em terra e com uma habilidade incomparável de usar ferramentas e arremessar. Kong seria um oponente brutal em uma luta”.

#TeamGodzilla

Assim como Kong, Godzilla é uma criatura monstruosa que agrega características de outras espécies, algumas ficcionais e mais aquelas que podem ser resultado de mutações. Uma desvantagem que o lagarto gigante tem frente ao seu oponente peludo é evidente:

“Filmes recentes de Godzilla o mostram movendo-se decentemente em terra, mas ele fica, aparentemente, muito mais confortável na água, apesar de sua falta de características aquáticas evidentes. Curiosamente, Godzilla é retratado com guelras no pescoço, algo que os vertebrados terrestres perderam depois que emergiram do mar, há cerca de 370 milhões de anos. Godzilla teria readquirido suas guelras em um processo de involução”, explica a paleontóloga.

Enquanto a postura bípede de Kong é sua maior vantagem, a de Godzilla é a sua gigantesca cauda, acionada pelos músculos das pernas, dos quadris e das costas. “Dinossauros como o Tyrannosaurus rex conseguiam se erguer e usar a cauda para se equilibrar, andar e correr. Por sua vez, Godzilla mostra que se equilibra de maneira diferente, mantendo-se na vertical e com a cauda baixa no chão. Esta postura é única para um réptil de duas pernas, e se assemelha mais a um canguru em pé.”

Na análise de Formoso, “Godzilla está apoiado em duas pernas musculosas em forma de pilar, semelhantes às de um dinossauro saurópode. Isso daria mais estabilidade e o ajudaria a sustentar sua massa gigantesca, aumentando a força de sua cauda. Um corpo musculoso com  três fileiras de escamas afiadas em suas costas, a pele espessa e escamosa, dentes feitos para dilacerar carne, e braços com mãos que agarram fazem de Godzilla um adversário terrível"

O gongo soa

No embate Godzilla x Kong, quem venceria?

“Mesmo que Kong seja um pouco menor do que Godzilla, ambos são comparáveis em tamanho. A cauda de Godzilla provavelmente o favoreceria tanto na hora de atacar quanto para a sua defesa  (os grandes lagartos modernos usam suas caudas como chicotes). Kong, no entanto, é muito mais rápido e ágil em terra, e pode usar suas pernas fortes para pular. Seus braços são muito mais potentes que os de Godzilla, desferindo socos mais poderosos”, analisa a paleontóloga.

Os dois são capazes de mordidas letais, com uma ligeira vantagem para Kong; Godzilla tem a melhor defesa, com sua pele escamosa espessa com pontas afiadas. “Admito que sou #TeamGodzilla, mas posso dar uma ligeira vantagem para Kong por sua ampla habilidade em batalhas terrestres. Mas não esqueça: Godzilla tem um hálito atômico!"