Marvel: como a pandemia afetou o cronograma de estreias do MCU?

2 min de leitura
Imagem de: Marvel: como a pandemia afetou o cronograma de estreias do MCU?
Imagem: IMDb/Reprodução
Avatar do autor

Se existisse uma linha do tempo na qual não estivéssemos passando por uma pandemia, uma das muitas diferenças seria o calendário de lançamentos do MCU. Nessa situação hipotética, por exemplo, já teríamos assistido a Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis, enquanto Doutor Estranho no Multiverso da Loucura estaria a pouco mais de um mês do lançamento.

Essa situação hipotética ajuda a ilustrar como todo o mundo do entretenimento foi afetado e o caso do MCU é bastante ilustrativo. Isso porque, todos os grandes estúdios seguem um cronograma rigoroso na hora de decidir as datas de estreias de seus filmes. Escolher uma janela durante o verão dos Estados Unidos pode ser resultar em uma bilheteria maior, porém, o filme irá disputar com outras grandes estreias.

O mesmo vale para lançamentos no final do ano, que seriam compensados com maiores chances nas premiações de cinema, como o Oscar. A diferença, é que o MCU chama mais a atenção, por se tratar apenas de filmes de heróis, enquanto a Warner Bros. precisa decidir quando lançar Duna e Space Jam 2, por exemplo.

Provavelmente, a situação mais crítica para a Marvel aconteceu com o lançamento de Viúva Negra. O filme solo da heroína estava previsto para chegar aos cinemas no dia 1º de maio de 2020. Quando o filme foi adiado pela primeira vez, em março, o estúdio já havia divulgado o trailer final, e estava concentrado na estreia. Isso representa um prejuízo, uma vez que os gastos em marketing às vésperas do lançamento costumam ser os maiores, para estimular o público a ir aos cinemas.

Na mesma época, a Marvel também anunciou a interrupção nas gravações de Falcão e o Soldado Invernal. A série, protagonizada por Anthony Mackie e Sebastian Stan deveria ser a primeira a estrear no Disney+, apresentando as consequências após os eventos de Vingadores: Ultimato, principalmente envolvendo o Capitão América.

Com a  mudança, a Disney precisou rever sua estratégia e lançar antes WandaVision, que estava mais adiantada na produção. A série, que também apresentou as consequências pós Ultimato, foi mais focado na personagem de Elizabeth Olsen e foi a primeira estreia da Fase 4 do MCU.

Outras produções como Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania e Guardiões da Galáxia Vol. 3 devem chegar aos cinemas em 2023, e estão atualmente em fase de pré-produção. Enquanto isso, Quarteto Fantástico e Blade, que já tiveram a produção confirmada, seguem sem previsão de estreia.

Abaixo você confere as principais mudanças no calendário do MCU até o momento.

Viúva Negra

De 1º de maio de 2020, exclusivamente nos cinemas, para  9 de julho de 2021, nos cinemas e no Disney+ com Premier Access.

Eternos

De 6 de novembro de 2020, para 5 de novembro de 2021, mantendo lançamento exclusivo nos cinemas.

Falcão e o Soldado Invernal

Estreia no Disney+ alterada do final de 2020, para 19 de março de 2021.

WandaVision

Estreia no Disney+ se manteve no início de 2021.

Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis

De 12 de fevereiro de 2021 para 3 de setembro de 2021, exclusivamente nos cinemas.,

Loki

Estreia no Disney+ alterada de maio de 2021, para 11 de junho de 2021.

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura

De 7 de maio de 2021 para 25 de março de 2022, exclusivamente nos cinemas.

Homem-Aranha: No Way Home

De 16 de julho de 2021 para 17 de dezembro de 2021, exclusivamente nos cinemas.

Thor: Love and Thunder

De 5 de novembro de 2021 para 6 de maio de 2022, exclusivamente nos cinemas.

Pantera Negra 2

De 5 de maio de 2022 para 8 de julho de 2022, exclusivamente nos cinemas.

Capitã Marvel 2

De 7 de julho de 2022 para 11 de novembro de 2022.

Imagem: Assine o Disney Plus
Imagem: Tecmundo Recomenda

Assine o Disney Plus

Assista o novo Star Wars: The Bad Batch e mais séries e filmes originais do universo Star Wars, Marvel, Pixar, National Geographic no Disney+. Tudo isso por apenas R$ 27,90/mês.