Crunchyroll: Sony pode adquirir streaming de animes por US$ 1 bilhão

1 min de leitura
Imagem de: Crunchyroll: Sony pode adquirir streaming de animes por US$ 1 bilhão
Imagem: Crunchyroll/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Sony está bem próxima de concluir a compra do serviço de streaming Crunchyroll. Conforme as informações reveladas pelo jornal Nikkei Asia nesta sexta-feira (30), a companhia japonesa está disposta a investir mais de US$ 950 milhões.

Caso a aquisição seja realizada, a empresa terá uma biblioteca com mais de mil títulos de animes e mangás. Bem como, ela passará a competir globalmente com outras plataformas como a gigante Netflix.

O catálogo do Crunchyroll conta com clássicos como One Piece e Naruto.O catálogo do Crunchyroll conta com clássicos como One Piece e Naruto.Fonte:  Crunchyroll/Reprodução 

Apesar de transmitir exclusivamente animações japonesas, a Crunchyroll é uma empresa norte-americana fundada na cidade de São Francisco em 2006. Em 2018, ela passou a ser uma propriedade do conglomerado de comunicação AT&T.

Recentemente, a Sony teve o direito exclusivo de negociar a compra do serviço de streaming de animes e mangás. Como aponta o Nikkie Asia, as negociações estão em estágios bem avançados.

Hoje, a companhia japonesa possui os direitos de diversas animações orientais, como o sucesso Demon Slayer. Além disso, ela é dona da distribuidora de animes Funimation. Como destaca a publicação, isso colaborou com o acordo de compra.

Lançado recentemente, o filme de Demon Slayer é distribuído pela Sony.Lançado recentemente, o filme de Demon Slayer é distribuído pela Sony.Fonte:  Pinterest/Reprodução 

Um possível monopólio dos animes

Em 2017, a Sony adquirir adquiriu a Funimation por US$ 143 milhões e conquistou cerca de 1 milhão de assinantes – grande parte nos Estados Unidos. No entanto, ela teve problemas para expandir a base de clientes no resto do mundo.

Atualmente, a Crunchyroll possui 70 milhões de usuários com contas gratuitas e 3 milhões de assinantes pagantes. Além disso, o serviço está disponível em mais de 200 países, incluindo os Estados Unidos, grande parte da Europa e o Brasil.

Dessa forma, é possível que os órgãos reguladores entendam que a aquisição é uma tentativa de monopólio. Segundo a The Association of Japanese Animations, o mercado global de animes estava avaliado em cerca de US$ 21 bilhões em 2018.

Crunchyroll: Sony pode adquirir streaming de animes por US$ 1 bilhão