Crise nas Infinitas Terras: crossover liga Arrowverse com DCEU

3 min de leitura
Imagem de: Crise nas Infinitas Terras: crossover liga Arrowverse com DCEU
Avatar do autor

Crise nas Infinitas Terras foi uma série feita pela DC na década de 1980, para tentar resolver um problema editorial e simplificar um pouco as histórias, eliminando alguns mundos do Multiverso. A ideia foi um passo arriscado para a editora, mas que trouxe bons resultados. Agora, a ideia se repete no audiovisual, com uma proposta semelhante, mas buscando um resultado diferente.

Desta vez, tudo aconteceu nas séries da CW, porém, a conclusão também afetou o universo cinematográfico da DC (DCEU, na sigla em inglês). O mega evento durou dois meses, e foi dividido em 5 partes, apresentadas em diferentes séries. Tudo começou em Supergirl, seguido por Batwoman e depois The Flash. Estas séries começaram a misturar os personagens da DC na televisão em 2019, mostrando uma batalha contra o Antimonitor, um vilão que pretendia dominar todo o Multiverso.

As partes 4 e 5 foram apresentadas em 2020, nas séries Arrow e Legends of Tomorrow, respectivamente. Nestes episódios, foi oficializado que todos os filmes da Warner, assim como todas as séries da CW, pertencem a um mesmo Multiverso, e para deixar mais evidente, as cinco séries trouxeram uma grande quantidade de easter eggs, citações e até mesmo uma participação inesperada.

Flash, Átomo, Supergirl e Onda Térmica em 'Legends of Tomorrow' (Fonte: IMDb/Reprodução)
Flash, Átomo, Supergirl e Onda Térmica em 'Legends of Tomorrow' (Fonte: IMDb/Reprodução)

Das principais referências aos filmes, é possível destacar uma menção ao Batman de Tim Burton e ao filme Lanterna Verde, protagonizado por Ryan Reynolds. Já entre as séries, houve menções ao Robin dos anos 60, à Smallville e ao seriado do Flash, lançado no início da década de 1990. Lucifer, Raio Negro e Titans também ganharam algumas menções. Por fim, vale destacar um pequeno easter egg do macaco Gleek dos Supergêmeos, e à HQ Reino do Amanhã, da qual pertence o filme Superman: O Retorno de Brandon Routh.

Mas o grande momento de Crise nas Infinitas Terras aconteceu no episódio de Arrow, quando o Flash da TV (Grant Gustin), encontrou o Flash do cinema (Ezra Miller). Mesmo tendo sido uma cena breve e que não trouxe muito impacto para o crossover, foi uma maneira simples de conectar todas as produções da DC.

O Legado da Crise Nas Infinitas Terras

A primeira mudança é a morte de Oliver Queen, que de Oliver Queen, que deixa de ser o Arqueiro Verde para se tornar o Espectro. É graças ao sacrifício do herói, que seus demais colegas conseguiram vencer o Antimonitor. Com a derrota do vilão, também ficaram melhor estabelecidos em quais terras cada arco se passa.

Para as séries, as histórias irão acontecer na Terra Primordial, o que sugere que o Multiverso deverá ser mais relevante para a televisão. Supergirl, Arqueiro Verde, Flash, Batwoman e a equipe de Legends of Tomorrow irão dividir esta Terra. A vindoura série Superman & Lois, deve explorar as consequências da Crise, assim como Green Arrow and the Canaries, spin-off que dará sequência à Arrow. Também ficou estabelecido que uma nova Liga da Justiça com Supergirl, Flash, Superman, Batwoman, Ajax, Canário Branco e Raio Negro deve nascer nesta Terra.

Entre os personagens do cinema, as últimas versões de Homem de Aço, Mulher-Maravilha, Aquaman, Shazam e Flash dividem uma mesma Terra, ainda não definida oficialmente, mas que não deve ser a Terra Primordial. Ainda não é possível saber se a Warner pretende explorar o Multiverso nos filmes, embora a presença de Ezra Miller sugira isso. O Coringa de Joaquin Phoenix e o Batman do Robert Pattinson podem pertencer a outra Terra, podendo cada um estar em uma diferente.

Os demais personagens ficam divididos da seguinte maneira:

Terra-2: Stargirl e Sociedade da Justiça

Terra-9: Titans

Terra-12: Lanterna Verde (Ryan Reynolds)

Terra-19: Monstro do Pântano

Terra-21: Patrulha do Destino

Terra-96: Superman (Brandon Routh)

Ainda é cedo para saber o quanto do Multiverso vai ser abordado fora das séries que acontecem na Terra Primordial. No cinema, talvez Flash, previsto para estrear em 2022, aborde esse tema. Se o plano da Warner for investir no Multiverso, pode ser uma maneira simples de arrumar parte da confusão que os filmes criaram, podendo haver uma justificativa interessante para diferentes interpretações dos mesmos heróis.

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Crise nas Infinitas Terras: crossover liga Arrowverse com DCEU