Eis que a espera acabou e finalmente pudemos ver a Capitã Marvel de Brie Larson em ação! O filme dirigido por Anna Boden e Ryan Fleck introduziu Carol Danvers e a Starforce, a capital dos Kree, Hala, entre várias outras coisas que ajudam a expandir os cantinhos cósmicos da Marvel Comics nos cinemas.

Obviamente, muitas das coisas introduzidas por aqui devem — ou tiveram — significado e alguns dos easter eggs só estão ali mesmo para arrancar algumas boas risadas. Separamos alguns pontos interessantes para compartilhar com vocês.

E não se esqueçam de conferir: 5 HQs essenciais da Capitã Marvel!

ATENÇÃO: Essa matéria está cheia de spoilers!!! Portanto, se você ainda não viu o longa, é melhor você voltar para ler na sequência. Bem, avisado foi.

1. Stan “The Man” Lee

“Capitã Marvel” é o primeiro filme após a morte de Stan Lee e o logo de introdução, que costuma trazer recortes de quadrinhos dos protagonistas, desta vez fez uma coletânea das melhores participações do autor no Universo Cinematográfico Marvel (MCU, em inglês).

stan lee

Mas talvez sua presença mais marcante até agora nos 10 anos de Marvel Studios tenha sido ele lendo o roteiro de “Barrados no Shopping”, de Kevin Smith, filme noventista em que ele dá conselhos a Brody (Jason Lee) — em uma comédia colegial que lembra os melhores momentos de John Hughes.

O CEO do Marvel Studios, Kevin Feige, afirmou que ainda há mais alguns momentos gravados com Stan Lee, incluindo sua ponta em “Vingadores: Ultimato” — mas já dá para dizer que foi um belo adeus.

2. Anos 90 em todo o lugar

Bem, a trama se passa nos anos 90 e temos referências dessa década em todos os lugares. Desde a locadora Blockbuster (a gravação foi justamente na única atualmente remanescente), passando por filmes como “True Lies”, internet discada com navegadores ultrapassados, bandas como Hole e Nirvana e até umas sequências de perseguição e edição de som e imagem que lembram muito os filmes de ação da época — principalmente no primeiro ato.

marvel

3. Inteligência Suprema/Mar-Vell

O Marvel Studios decidiu mesmo não se importar com o que falariam sobre o legado do Capitão Marvel original, o Mar-Vell, ou sobre a Inteligência Suprema Kree, que reúne as maiores mentes da raça guerreira.

marvel

O resultado foi uma mistura das duas coisas, que, bem, não é uma e nem outra coisa. Revelados como os verdadeiras antagonistas, os Kree, assim como a maioria dos “vilões” da Marvel, foram deixados em segundo plano e a Starforce sequer tem seus integrantes devidamente apresentados.

O foco mesmo foi em Carol Danvers e, como seu passado nas HQs é todo zoado, talvez deixar tudo o que conhecemos para trás para começar do zero tenha sido uma boa jogada no MCU.

4. Os Skrulls

Bem, se a Starforce e os Kree ficaram meio apagadões, os Skrulls ganharam destaque e foram adaptados, surpreendentemente, como “mocinhos”. Normalmente vistos apenas como ameaças na Marvel Comics, aqui eles mostram um lado interessante e posicionam os humanos também de forma curiosa na Guerra Kree-Skrull.

marvel

Isso não significa que estamos decididamente livres de uma Invasão Secreta: Kevin Feige fez questão de frisar que “assim como há bons e maus humanos, também há bons e maus Skrulls”.

5. Galactus? WTF?

Há mais ou menos um mês que ouvimos falar sobre a possibilidade de uma das cenas pós-créditos de "Vingadores: Ultimato" apresentar a encarnação de Norrin Radd, o Surfista Prateado, no MCU. Isso tem tudo a ver com a “expansão cósmica” que o Marvel Studios pretende daqui para a frente.

marvel

Em Capitã Marvel, outro indício: a razão pela qual os Skrulls não conseguem ter um lar é o regime totalitário imposto pelos Kree em algumas regiões e também pelos planetas que eles tiveram que deixar devido a um rastro de destruição.

Isso nos leva ao Devorador de Mundos, Galactus, que tem como arauto o Surfista Prateado. E, claro, faz com que a gente já sonhe com o Quarteto Fantástico — que, depois da fusão Disney/Fox, pode aparecer muito antes dos mutantes no MCU.

6. Origem e Lawson

Como dissemos na semana passada, toda a origem da Capitã Marvel vem sendo reformulada já há alguns anos e seu passado zoado deve ser definitivamente ignorado depois do filme. O acidente que dá os poderes a Carol Danvers continuam envolvendo a tecnologia Kree, Yon-Rogg e Mar-Vell, mas no longa ela basicamente absorve um motor turbinado pela Pedra do Espaço, presa no Tesseract.

marvel

O Capitão Marvel original chegou a usar o alter-ego do doutor Walter Lawson e aqui a Mar-Vell foi chamada de Wendy Lawson.

7. Velocidade da luz

Outra coisa que chamou a atenção com relação à presença do Tesseract, que a essa altura da cronologia havia sido cobiçado pelo Caveira Vermelha e ainda não tinha voltado para Asgard, é que ele está envolvido nos raios Kree que deram os poderes à Capitã Marvel.

marvel

Isso a torna ainda mais poderosa que na versão original, pois junta um pouco de uma Pedra Infinita com o que ela tinha nos quadrinhos e pode indicar um transporte ainda mais sofisticado (pois a Pedra do Espaço permite levar instantaneamente a qualquer lugar), talvez até à velocidade da luz — o que explica ela ter chegado sem que ninguém sequer a tenha visto nas primeiras cenas pós-créditos com os Vingadores.

8. Monica Rambeau e Kamala Khan

Maria “Photon” Rambeau é uma clara referência a uma das heroínas que já usaram o nome da Capitã Marvel, Monica Rambeau, que aparece pequenina. Aliás, Fóton foi seu outro alter-ego, que agora é Espectro.

marvel

Com a aparição de Kelly Sue DeConnick (na cena do metrô), a roteirista que reestruturou a sexualizada Carol Danvers de Miss Marvel e transformou-a na soldada casca-grossa Capitão Marvel, é bem possível que o movimento “girl power” liderado pela heroína possa destacar não somente a aparição de Espectro como também da Ms. Marvel, Kamala Khan, em futuros filmes.

9. Flerken

Como todos que viram o filme sabem, o gatinho que acompanha a Capitã Marvel se chama Goose, uma referência ao filme “Top Gun — Ases Indomáveis” — no original, a homenagem é ao Chewbacca, de Star Wars.

marvel

Mais tarde, o felino mostra suas verdadeiras garras e não somente se revela como a razão por Nick Fury ter perdido seu olho esquerdo como também apresenta sua verdadeira forma alienígena Flerken. Já tivemos alguns bons momentos sobre isso com Rocket nos quadrinhos, então, não se surpreenda se isso acontecer em algum momento no MCU.

10. E a Tropa Nova?

Embora os Kree não tenham tido o destaque que muitos esperavam, fica aqui uma importante pergunta: se são os terráqueos, os Skrulls e a Capitã Marvel que impedem os Kree de realizar seus planos, por que Ronan e Korath estão obcecados em destruir Xandar, o lar da Tropa Nova, em “Guardiões da Galáxia”?

marvel

Isso pode indicar aventuras que se passam no tempo que Carol Danvers sai da Terra para ajudar os Skrulls e até mesmo uma possível ligação da heroína com a Tropa Nova — e, quem sabe, com um certo Richard Rider…

*******************************

E vocês gostaram do filme? O que mais notaram que não está aí? Comentem!

Cupons de desconto TecMundo: