Desde que o Google começou a se firmar como uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, diversos comentários de visitantes e funcionários foram feitos sobre como o ambiente de trabalho nos escritórios era um diferencial para o sucesso da companhia.

Foi exatamente como uma forma de satirizar esse pensamento que o programador francês Manu Cornet, que trabalha no Google há 11 anos, publicou o livro “Goomics: Google’s Corporate Culture Revealed Trough Internal Comics” (“Goomics: a cultura corporativa do Google revelada através de quadrinhos internos”, em tradução livre).

Em entrevista ao Business Insider, o quadrinista deixa bem claro que gosta do trabalho e da profissão que exerce no Google, mas acha importante que a companhia tenha senso de humor e saiba rir de si mesma. Mesmo assim, ele admite que nem todo mundo ficou feliz com o lançamento do livro, com alguns colegas acreditando que isso poderia afetar a imagem da empresa.

Depois de aprovado pela diretoria do Google, o livro chegou às lojas virtuais trazendo piadas com o famoso ônibus que transporta os funcionários pelo campus, os quilinhos a mais que todo mundo ganha ao ser contratado, a quantidade de jargões internos que devem ser decorados e até mesmo o elitismo presente nas atitudes de alguns.

Uma tirinha.Tirinha satirizando o preconceito contra novos funcionários da Motorola na época da aquisição pelo Google.

Esse último caso pode ser exemplificado com a aquisição da Motorola, comprada em 2011 pelo Google e vendida três anos depois. Como o processo seletivo para fazer parte da empresa é muito rígido, alguns funcionários questionam se os novos empregados teriam capacidade de entrar na companhia caso seguissem o caminho tradicional.

Disponível apenas em inglês, “Goomics” tem 148 páginas e foi publicado de forma independente. Ele pode ser encontrado na Amazon dos Estados Unidos por US$ 19 e o autor promete que fará uma continuação.

Cupons de desconto TecMundo: