Embora o Comitê Olímpico Internacional tenha indicado este ano que estava considerando incluir jogos eletrônicos em competições oficiais — chegando até mesmo a promover seminários sobre o assunto —, parece que isso não vai acontecer tão cedo. Em uma entrevista concedida à Associated Press, o presidente do Comitê, Thomas Bach, afirmou que jogos eletrônicos só devem entrar em Olimpíadas se houver grandes mudanças.

Overwatch

“Não podemos ter no programa olímpico um game que está promovendo a violência ou a discriminação”, afirmou Bach. Segundo ele, os ditos “games matadores” são contraditórios ao espírito e aos valores do evento e, portanto, não podem ser aceitos como uma forma válida de competição.

O presidente do Comitê Olímpico Internacional admite que há certa contradição em sua declaração quando levamos em consideração que boxe e outras lutas estão presentes no evento. No entanto, ele afirma que os esportes são “expressões civilizadas disso. Se você tiver jogos eletrônicos sobre matar alguém, isso não pode ser alinhado com nossos valores olímpicos”, afirmou.

Games vão ficar de fora das Olimpíadas por serem considerados violentos via Voxel

Cupons de desconto TecMundo: