Enquanto o Switch ainda não tem suporte total de todas as third parties do mercado “Triplo A”, o console tem sido uma plataforma bastante procurada pelos indies. A Nintendo está ciente disso e o executivo Susumu Tanaka afirmou a seus acionistas que a empresa pretende trazer entre 20 a 30 títulos independentes ao eShop todas as semanas.

Nintendo Switch

Alguns desenvolvedores que já publicaram na loja conversaram sobre a situação com a IGN norte-americana, expressando preocupações de que esse plano pode resultar em um ambiente superlotado. “Eu não posso ver como isso é positivo para alguém”, afirmou Jools Watsham, desenvolvedores de Muttan Mudds. “O mercado já está saturado, mas o número de títulos que os desenvolvedores escolhem lançar não está sob controle da Nintendo”.

Brjann Sigurgeirsoon, CEO da Image& Form, lembra que lojas como a App Store e o Steam já sofrem com superlotações, e que a loja da Nintendo é um pouco mais fácil de gerenciar atualmente. Já Harley Homewood, do Team17, afirmou que essa é natureza de lojas digitais, elogiando a Nintendo pela decisão de dar suporte a ótimos games independentes.

Natureza do mercado

“Enquanto qualquer pessoa que lança um game no eShop provavelmente iria preferir ter menos competição, eu diria que o número de jogos lançados juntos com o seu não importa contanto que você tenha um game impressionante e antecipado”, afirmou um representando da Devolver Digital.

Os desenvolvedores também afirmaram que um maior número de lançamentos pode representar um problema de curadoria para a Nintendo, que costuma filtrar o que entra em sua loja. Além disso, eles acreditam que a empresa faria bem em trazer novas ferramentas, como filtros de conteúdo, de forma a permitir que os consumidores descubram games de qualidade com facilidade.

Nintendo quer até 30 indies por semana no Switch; devs comentam via Voxel

Cupons de desconto TecMundo: