Especializada em pesquisas da área de tecnologia, a empresa japonesa Gatebox Lab está dando bônus salariais a quem cumprir uma condição um tanto inusitada. Na tentativa de valorizar funcionários que nutrem sentimentos por personagens fictícios, ela está pagando um bônus de 5 mil ienes (US$ 45) a quem comprovar que é casado com um personagem 2D — ou seja, finalmente quem tem uma “waifu” vai tirar alguma vantagem financeira disso.

Gatebox

Para comprovar o relacionamento, o funcionário que deseja obter o benefício tem que baixar e imprimir o documento de registro do relacionamento fornecido pela Gatebox. Embora o governo japonês não vá reconhecer a união entre um humano e um personagem fictício, a companhia está disposta a fazer isso sem grandes problemas.

No formulário, o funcionário deve contar como conheceu seu parceiro ou parceira, registrar algumas memórias marcantes e dizer quando houve a proposta de casamento (não há restrições a casais do mesmo gênero). Além de garantir o bônus, a companhia também dá um dia de folga ao empregado para que ele comemore a data de aniversário de seu cônjuge 2D.

Formulário de casamento

Segundo a Nico Nico News, a Gatebox Lab também reconhece relacionamentos com personagens 3D e figuras não humanas, como elfos e bestas. Vale notar que o programa não permite submeter formulários para múltiplos parceiros, tampouco compreende quem mantém relacionamentos com humanos de carne e osso.

Via Voxel

Cupons de desconto TecMundo: