Fotos histórica da sede da IAB-SP. (Fonte da imagem: Reprodução/Folha de S. Paulo)

O Instituto de Arquitetos do Brasil de São Paulo (IAB-SP) abriu uma campanha de crowdfunding (financiamento coletivo) para restaurar o prédio que funciona como sede paulista da instituição. A obra tinha recebido aprovação de recursos pela Lei Rouanet, mas o dinheiro nunca chegou. Foi quando os membros do instituto resolveram apelar para a internet.

Construído com dinheiro de uma vaquinha entre arquitetos na década de 1950, já passaram por lá nomes famosos como Tarsila do Amaral, Oscar Niemeyer e Pablo Neruda. Um total de R$ 8,6 milhões será necessário para a reforma.

Localizado na rua Beto Freitas, a construção tem sua fachada de vidro coberta por andaimes e tábuas desde 2009 e sofre com problemas de infiltração e risco de desabamento de sua marquise. A obra deve revitalizar os oito andares do edifício, o mezanino, o subsolo, o terraço e as obras de arte, que incluem um móbile do artista Alexander Calder, composições do arquiteto Burle Marx e um mural de Ubirajara Ribeiro.

A reforma também deve incluir adaptações para atendimento de necessidades contemporâneas, como novas rampas e elevadores de acessibilidade, redes de internet e eletricidade e reforma no sistema hidráulico. Os interessados podem fazer suas doações pelo site do IAB-SP, com valores a partir de R$ 25. A meta do instituto é atingir R$ 1 milhão até 2014.

Cupons de desconto TecMundo: