Quem nunca desejou que a tela de seu smartphone fosse um pouco maior para você poder aproveitar aquela jogatina, filme ou mesmo uma simples leitura sem precisar forçar a vista? Tablets podem até ser uma solução para isso, mas usá-los significa toda uma série de dores de cabeça extras, como a necessidade de sincronizar tudo o que há em ambos os aparelhos e o simples fato de que os dispositivos mais robustos do mercado custam absurdamente caro.

Um novo gadget recém-surgido no Kickstarter, porém, pode ser uma resposta barata para esse dilema. Com o nome de Superscreen e uma aparência que mais parece um tablet de 10,1 polegadas, esse acessório pode ser descrito como uma simples tela maior para seu celular (seja ele Android ou iOS), reproduzindo o conteúdo remotamente a até 30 metros de distância com qualidade 2K.

Para usar esse aparelho, é só conectar seu celular ao Superscreen via Bluetooth. A partir disso, todo o conteúdo é exibido em duplicata na tela, e você pode controlar tudo como se ele fosse seu próprio smartphone: não apenas esse “monitor” conta com uma tela de toque, como também traz os mesmos botões que normalmente encontramos em dispositivos móveis comuns. Todo o processamento, porém, fica para o aparelho no qual ele se conectou.

Isso não quer dizer que o Superscreen não tenha um hardware considerável, vale notar. Para lidar com a troca de informações com seu celular, o tablet oferece uma tela de 2560x1600 pixels, um processador quad-core de 2 GHz, 4 GB de memória RAM, uma bateria de 6.000 mAh (o que não impede seu próprio celular de ficar sem energia, é claro) e até mesmo um conjunto de câmeras.

As vantagens, com isso, são bastante interessantes. Visto que o Superscreen é relativamente barato em comparação aos modelos mais poderosos de tablets do mercado, com preço de revenda estimado para US$ 299 (aproximadamente R$ 925, em uma conversão simples), você pode investir em apenas um celular realmente poderoso sem se preocupar com o tamanho da tela.

Se você achou a ideia interessante, saiba que não é o único. Com uma meta original de US$ 50 mil, o Superscreen alcançou esse valor em apenas uma hora; já no momento em que esta matéria foi feita, dois dias depois do lançamento da campanha, o projeto acumulou mais de dez vezes a quantia, com US$ 527 mil – e pode esperar que esses números aumentem um bocado pelos próximos 28 dias de campanha.

Já para aqueles que estiverem interessados em garantir um Superscreen para si, é possível adquirir o aparelho na versão Early Bird contribuindo com um mínimo de US$ 99 (R$ 305) na campanha; mas é bom correr, pois o estoque é limitado. A previsão de entrega para as primeiras unidades desse dispositivo é dezembro de 2017.

Cupons de desconto TecMundo: