Nos últimos tempos, o sistema de financiamento coletivo (ou crowdfunding, se assim preferir) tem se tornado algo fundamental para diversos projetos. Nesta lista, podemos incluir o Kinorama, uma plataforma online que vem com a proposta de oferecer ao público a decisão de definir aquilo que quer ver no cinema.

De acordo com as informações divulgadas, a ideia aqui é oferecer a possibilidade de sessões pré-agendadas e o uso do financiamento coletivo para viabilizar as exibições. Dessa forma, filmes independentes garantem mais chances de driblar os gargalos da distribuição e ganhar um espaço nas salas de cinema, além de dar ao espectador a chance de escolher o que vai ser exibido.

Os chamados para as primeiras sessões já foram feitos ou estão em andamento em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Curitiba, e o filme escolhido para a primeira sessão foi o documentário “Epidemia de Cores”. Vale mencionar, essas exibições vão acontecer com o apoio dos cinemas Itaú e apenas se pelo menos 60% dos ingressos forem vendidos.

Ideia pioneira?

Para aqueles que estão fazendo a pergunta acima, curiosamente já existem iniciativas como essa em alguns lugares do globo – casos do Gathr e o Tugg nos Estados Unidos, o Screenly e o Youfeelm na Espanha e o Movieday na Itália. Em inglês, ações como essas costumam recorrer ao termo crowdticketing, que pode ser traduzido como “financiamento coletivo de ingressos".

Cupons de desconto TecMundo: