Não tem como negar, Liam Neeson já virou sinônimo de ação. O ator que já foi um jedi está atualmente numa onda sem fim de filmes recheados de testosterona, nos quais ele é o bonzão que detona tudo e todos que estejam em seu caminho.

Depois dos eventos de “Busca Implacável” e “Busca Implacável 2”, em que centenas de homens bem treinados foram massacrados quando Brian Mills (Neeson) estava apenas defendendo sua família, somos jogado na trama de “Busca Implacável 3”, onde a treta vai extrapolar todos os limites.

No novo filme, Lenore (Famke Janssen), ex-mulher de Mills, é assassinada e de alguma forma tudo indica que o responsável por tal brutalidade é o próprio protagonista. Consumido pela raiva, ele foge da procura implacável da CIA, do FBI e da polícia para encontrar os assassinos, fazer justiça com as próprias mãos e, claro, proteger sua filha.

Você quer saber se ficou bom? Bom, o terceiro título da série segue o ritmo dos filmes anteriores, portanto se você gostou dos primeiros títulos, o novo longa-metragem vai agradar com certeza! Ele tem alguns defeitinhos, obviamente, mas o entretenimento é garantido!

Alerta spoiler

Antes de continuar com nossa linha de raciocínio, vale uma pausa para salientar que vamos abordar diversos detalhes da trama no desenvolvimento deste texto. Recomendamos que você leia apenas depois de ver o filme, pois algumas informações podem prejudicar sua experiência no cinema. Nós avisamos.

Correria do começo ao fim

A primeira coisa que deve ser colocada em pauta aqui é a ação propriamente dita. Nesse ponto, “Busca Implacável 3” é um filme caprichado. Tudo aquilo que você espera de um filme com Liam Neeson aparece aqui, com direito a exageros em todas as situações.

O filme tem muitas perseguições, lutas empolgantes (e claro que o protagonista sempre se dá bem em todas as situações, como já esperávamos), boas ideias de tiroteio, carros rolando em rodovias congestionadas, capangas bem treinados e até perseguições com helicópteros.

Todas as cenas mirabolantes são encaixadas de forma aceitável no roteiro, fazendo com que a história fique empolgante e tenha muitos momentos de reviravolta. O filme pode ser um pouco previsível para alguns sabichões, mas quem gosta de ação não deve se incomodar muito com essas questões.

Para deixar a coisa mais apreensiva, o script abusa de algumas cenas de drama e outras para dar contexto à história. Obviamente, tudo foi bem pensado e essas sequências da família são bem rápidas e não deixam o filme cansativo. Na verdade, a adrenalina começa logo após os primeiros minutos e não para mais.

Faltou capricho em alguns pontos

Apesar de ser um filme de grande orçamento, sentimos falta de efeitos mais convincentes. Tem cenas que foram executadas de forma muito pobre e podem desagradar aos mais críticos. Ainda bem que tudo passa tão rápido que nem dá para perceber muito que uma ou outra explosão ficou meia boca.

O pior problema mesmo é a direção do filme. O senhor Olivier Megaton (que tem nome que parece de um Transformer) sabe fazer filmes de ação — até porque ele já se provou capaz em títulos anteriores —, mas ele parece ter sido um pouco desleixado em algumas sequências de perseguição.

Há uma cena de perseguição com direito a carros rolando para todos os lados que ficou extremamente confusa. As câmeras se perdem, não mostram o panorama geral e acabam deixando a situação bem difícil de entender. No fim, a gente só sabe que o protagonista acabou se safando da polícia.

Por fim, é importante comentar que o filme peca ao explicar algumas coisas e deixar outras sem repostas. Normalmente, o público nem se importa que o filme tenha exageros e que o mocinho se dê bem ao fazer manobras impossíveis.

Acontece que o roteiro explica uma dessas cenas (uma explosão de carro) em que fica claro que um ser humano não teria como sobreviver, mas não deixa claro como ele conseguiu sair intacto de outras explosões (a sequência no prédio que acaba dentro do elevador).

Tirando esses pormenores, “Busca Implacável 3” consegue ser um filme divertido e recheado de ação. Palmas para a dupla Neeson e Whitaker que deixam o filme demais! Recomendamos para todos que gostam do gênero e que querem ver um verdadeiro mestre no combate em ação. Vamos aguardar pelos próximos filmes do ator, que prometem ser exatamente iguais, mas com outros nomes.

Cupons de desconto TecMundo: