Ampliar (Fonte da imagem: Mail Online)

Uma menina de 11 anos, estudante do primário na escola inglesa de Park Hall, na cidade de Stroke-on-Trent, fez uso do Facebook para proclamar toda a sua raiva contra uma professora. A página, com o nome de “I Hate Mrs Frost” (eu odeio a senhorita Frost), acumulou 16 fãs até ser retirada do ar.

O caso chegou até a polícia local, que foi visitar a casa de Leah Bagguley. A repressão, na verdade, foi para informar aos pais da garota — Andrew e Joy Bagguley — de que sua filha era “muito jovem para estar acessando o Facebook” (segundo as regras da rede social, apenas maiores de 13 anos podem se cadastrar).

Leah, que é apontada pelos outros professores como uma boa aluna, entendeu que sua atitude de criar a página foi errada e seus pais removeram o conteúdo do site. Apesar disso, a mãe da garota achou a atitude da polícia exagerada, dizendo que “estavam tratando uma garotinha de 11 anos como um adulto que cometeu um crime".

Cupons de desconto TecMundo: