Uma jovem da cidade americana de Ohio pode ser condenada até 40 anos de prisão por ter transmitido pelo Periscope a agressão sexual sofrida por sua amiga. Segundo a KXAN, rede filiada à NBC, no dia 18 de fevereiro deste ano Marina Lonina, de 18 anos, testemunhou Raymond Boyd Gates, de 29 anos, estuprando uma amiga de 17 anos.

Diante da situação, Lonina passou a gravar e transmitir ao vivo o que estava ocorrendo e coube a um de seus contatos alertar às autoridades o que estava acontecendo. Recentemente, um júri indiciou Lonina e Gates com uma acusação de sequestro, duas de estupro, uma de agressão sexual e três acusações de transmitir material de cunho sexual envolvendo um menor de idade.

A jovem também pode sofrer condenações adicionais pelo “uso ilegal de menores em materiais ou performances com nudez”, devido ao fato de que ela pode ter registrado uma fotografia da vítima nua uma noite antes do crime. “Caso Gates e Lonina sejam condenados por essas acusações, eles enfrentam uma sentença potencial que supera os 40 anos de prisão”, afirma o promotor do Distrito de Franklin, Ron O’Brien.

Qual o seu posicionamento sobre o ocorrido? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: