A Microsoft está com planos bem interessantes para permitir que a Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) seja integrada  à assistente pessoal Cortana nos próximos anos. Em março do próximo ano, os dispositivos IoT vão receber essa possibilidade graças à atualização de criadores que será adicionada ao Windows 10.

Isso foi revelado em uma apresentação da Microsoft realizada na China, como mostrou o site ZDNet. Foi lá também que a Microsoft falou sobre alguns dos requisitos para que as fabricantes consigam adicionar a integração à Cortana em seus dispositivos.

Para começar, a Microsoft quer que todos os dispositivos IoT tenham telas. “Isso vai permitir que as empresas produzam dispositivos com uma experiência bem imersiva”. A empresa de Redmond quer que as fabricantes apliquem isso para que a experiência com a Cortana seja completa — sendo que foram dados exemplos com geladeiras, termostatos e até mesmo torradeiras.

Com a Cortana adicionada aos dispositivos, a Microsoft espera que os consumidores possam controlar todos os seus equipamentos por voz com muito mais facilidade — sendo possível até mesmo despertar algum aparelho que esteja desligado, por exemplo.

Apesar da demonstração, ainda não há detalhes sobre quando poderemos ver algum dispositivo IoT com Cortana efetivamente no mercado. Esperamos que isso não demore, não é mesmo?

Cupons de desconto TecMundo: