Já faz algum tempo que a Corsair vem investindo pesado no segmento de periféricos dedicados aos gamers, o que inclui teclados, mouses e headsets do mais alto nível.

Diferente de algumas concorrentes, a fabricante, que já tem longa fama por seus componentes de hardware, optou por focar em produtos mais robustos, dedicados aos jogadores mais exigentes.

O Corsair Strafe RGB é mais uma das provas de que a companhia está determinada a deixar grandes marcas para trás, já que é um modelo que traz a melhor tecnologia da Cherry MX, sistema de iluminação RGB e uma série de facilidades para os mais variados tipos de jogos. Vamos verificar de perto todos os detalhes do produto.

Especificações

Design de primeira

Os produtos da linha Corsair Gaming sempre apresentaram detalhes visuais de primeira, e com o Strafe RGB não é diferente. A fabricante caprichou muito na concepção do dispositivo, equilibrando layout adequado, teclas aderentes, espaço adequado para apoio de braço e disposição conveniente de funções.

O resultado é um visual que segue a linha de modelos como o Corsair K70, mas que evoluiu em pequenos detalhes que garantem ineditismo e elegância. No topo, um friso dá espaço de respiro para itens adicionais, estrutura que continua nas laterais bem como ao redor de alguns botões.

A base na cor branca e a pequena faixa de iluminação com LEDs brancos deixam o design lateral arrojado, causando uma boa primeira impressão. A cor branca, aliás, é também aproveitada na parte inferior das teclas, o que deixa o visual muito harmônico.

Na parte de trás do teclado, há somente o encaixe do cabo e uma porta USB. Na frente, o apoio para os braços com texturas aderentes fica bem posicionado, garantindo utilização prolongada sem comprometer o conforto. Tal cuidado merece destaque, já que o consumidor não precisa adquirir um produto deste tipo separadamente.

A qualidade de construção é perceptível nos mínimos detalhes. Os parafusos ficam escondidos, as bordas evitam acidentes, bem como as teclas de alta qualidade garantem uso intensivo sem causar prejuízos aos switches ou mesmo ao usuário. Talvez, somente alguns pontos pontiagudos possam incomodar em uma ou outra situação.

O padrão é brasileiro, mas tem algo esquisito

O modelo que nós testamos já segue o padrão ABNT 2, ou seja, ele vem com as teclas "cedilha" e de acentos nas posições apropriadas para os brasileiros. Uma coisa que achamos um bocado esquisito foi a troca de posição dos ícones gráficos nas teclas, o que confunde um pouco na hora de usar algumas funcionalidades específicas.

Normalmente, o ícone principal da tecla fica posicionado na parte de baixo, e a função adicional na parte superior. Nas letras não existe tal problema, já que elas desempenham funções alternadas entre maiúsculas e minúsculas, mas as demais teclas trazem recursos adicionais com o auxílio dos comandos Shift e Alt Gr.

O Strafe RGB acaba trocando as coisas de lugar. Nos botões com caracteres especiais, o item principal está na parte de cima e a função alternativa na parte de baixo. É muito esquisito apertar a tecla com o ícone “^” e perceber que ela retorna o valor “~”. Pode não ser um grande problema, mas vale constatar este inconveniente.

O capricho na disposição dos elementos vale ser comentada, pois deixa o dispositivo muito elegante. No canto superior esquerdo do teclado, o ícone da Corsair com superfície translúcida brilha nas mais variadas cores.

A representação tipográfica da CORSAIR fica ao lado direito e é o único item que não brilha. Os espaços luminosos que indicam as funções Num Lock, Caps Lock e Scroll Lock não têm sua iluminação alterada conforme o esquema RGB, mas isso é bom para não confundir o usuário que pode identificar rapidamente se elas estão ativadas ou desativas.

As teclas dedicadas de multimídia talvez façam falta para alguns consumidores, mas é importante constatar que a empresa colocou essas funções nas teclas de função (que são ativadas em conjunto com o botão "Fn").

Um espetáculo de luzes

Teclados com retroiluminação já são muito comuns, então esta característica acaba não sendo um grande diferencial. Contudo, modelos com sistema RGB ainda são raridade e podem ser considerados como artigos de luxo — já que trazem apenas vantagens na parte estética.

No caso dos produtos da Corsair, o investimento nesse diferencial vale muito a pena, pois, além de acrescentar esquemas de personalização no visual, pode ser uma grande vantagem nos jogos.

Todas as teclas do Strafe RGB trazem iluminação própria. Os LEDs do tipo RGB são totalmente ajustáveis, tanto em questão de brilho quanto no aspecto do colorido.  Há múltiplos perfis de iluminação, que exibem diferentes padrões de “movimentação” das luzes:

  • Arco-íris circular: todas as cores são mostradas em um esquema circular que vai se alternando;
  • Onda arco-íris: todas as cores passam de baixo para cima;
  • Visor: uma faixa de cor transita de um lado para o outro;
  • Chuva: várias teclas são iluminadas aleatoriamente como gotas de chuva;
  • Deslocamento de cor: todas as teclas brilham na mesma cor e o padrão é alterado de forma fluida em um intervalo de tempo;
  • Pulso de cor: todas as teclas brilham simultaneamente com determinada cor e se apagam por um instante para a troca de cor;
  • Onda de cor: uma faixa de cores se desloca de baixo para cima, como ondas do mar, e as cores são alteradas a cada nova onda;
  • Iluminação da digitação (tecla): cada tecla pressionada brilha em uma cor diferente e vai se apagando aos poucos;
  • Iluminação da digitação (ondulação): cada tecla produz uma onda de cor que se espalha por todo o teclado, criando um verdadeiro espetáculo de cores.

O esquema de cores especial do teclado já é um show, mas a Corsair não parou por aí. O Corsair Strafe RGB traz uma configuração chamada Cue Link,  que serve para ativar a iluminação compartilhada com outros dispositivos.

Quando este recurso está ativado, o mesmo esquema de luzes é reproduzido em outros produtos conectados ao computador. Se você ativar a iluminação da digitação com ondulação, um clique no teclado vai ativar uma onda, a qual se estenderá até os espaços de retroiluminação do headset e do mouse. Bacana, né?

Switches Cherry MX

Os switches do teclado Strafe RGB são da marca Cherry, a mais tradicional do mercado. Eles são comumente usados por profissionais, sendo que o processo de fabricação ocorre na Alemanha. A tecnologia já é conhecida de longa data, mas há alguns diferenciais no novo produto da Corsair.

Os contatos são banhados a ouro, o que dá melhor resposta em qualquer situação, incluindo algumas vantagens para gamers que necessitam do máximo em performance. A Corsair dá aos usuários a opção de escolha de três tipos diferentes na hora da compra: vermelho, marrom ou silencioso. Cada um apresenta uma característica distinta. Veja:

  • Cherry MX Red: os switches vermelhos são do tipo linear e foram criados para jogos eletrônicos. Eles possuem baixa resistência e larga área de atuação, emitem pouco barulho e são ideais para execução de cliques duplos ou triplos;
  • Cherry MX Brown: os switches marrons apresentam resposta tátil quando pressionados. Isso serve como um aviso de que a tecla foi pressionada, mas sem emitir sons excessivos. Eles são recomendado principalmente para MOBAs e MMOs.
  • Cherry MX Silent: tecnologia exclusiva para o modelo Strafe RGB da Corsair, estes switches silenciosos vêm para fornecer ótimos resultados nos jogos com o mínimo de barulho proveniente das teclas.

O teclado que testamos possui switches MX Red. A qualidade é exatamente a esperada para esse modelo, com respostas precisas e bom aproveitamento em jogos que exigem múltiplos comandos simultaneamente. Elas são silenciosas e apresentam retornos rapidamente, ou seja, não é preciso pressionar até o fundo para que o comando seja efetuado.

Teclas com textura para FPS e MOBA

Considerando que a proposta deste teclado é facilitar a jogatina, a Corsair bolou algumas teclas dedicadas para diferentes perfis de jogadores. Junto com o Strafe RGB, o consumidor encontra teclas alternativas das letras WASD (para jogos de FPS) e QWERDF (para jogos do tipo MOBA).

O diferencial desses componentes é basicamente a cor, que muda do preto para o cinza, e a textura, que facilita ao jogador encontrar os botões de comando facilmente e manter os dedos sempre na mesma posição. Em questão de funcionalidade, elas desempenham a mesma capacidade das demais peças.

Software completo

O Corsair Utility Engine é o programa que gerencia todos os periféricos da Corsair. Ele é especialmente útil para periféricos mais completos, como é o caso do Strafe RGB. Por contar com funções muito avançadas, quase todos os ajustes são realizados através do aplicativo.

A interface do programa é bem simples de entender, mas há um mar de opções considerando que você pode programar perfis, macros, cores e outras funcionalidades. Apesar de alguma dificuldade inicial, tudo fica muito prático depois que você entende onde é possível ativar cada recurso.

Vale a pena?

O Corsair Strafe RGB é um teclado que surpreende tanto em funcionalidade quanto no visual. Este modelo é um dos mais avançados na categoria gamer, sendo indicado principalmente para quem busca precisão, conforto e muita personalização.

Notamos que a Corsair caprichou na construção e no design do produto, mas o principal trunfo do dispositivo é o software que permite realizar toda a customização de teclas. Se comparado à versão padrão do Strafe, o modelo RGB se diferencia basicamente pelo sistema de LEDs, que dá uma cara mais ousada ao produto.

Para gamers que buscam desempenho acima de tudo, esse tipo de recurso talvez não desempenhe papel fundamental, mas os efeitos disponíveis certamente são um chamariz e, se você já vai investir uma boa grana num teclado desse tipo, vale pensar em já pegar uma versão mais completa.

O Corsair Strafe chega ao mercado brasileiro com valores próximos de R$ 675, enquanto o modelo Strafe RGB pode ser encontrado por R$ 775. O acréscimo no valor é justificável, já que todo o sistema de iluminação individual para cada tecla tem um custo.

Certamente, o investimento é válido, ainda mais se considerarmos que muitos modelos concorrentes não trazem as mesmas funcionalidades e têm preços similares. Novamente, a Corsair prova que tem alta capacidade de inovação e sabe competir neste acirrado segmento.

Você acha que vale investir tanto dinheiro em um teclado gamer? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: