Por mais que a informática tenha evoluído, alguns componentes do computador ainda são mecânicos. E justamente por não trabalharem apenas com eletricidade é que tais peças podem se desgastar com maior rapidez. Felizmente, esses inconvenientes não acontecem com todos os usuários e podem ser identificados com facilidade.

Hoje, o Tecmundo entra em ação para explicar quais peças estão propensas a tais problemas e como solucionar os barulhos inconvenientes. Ao todo são cinco componentes que podem ter avarias e, consequentemente, causar barulho quando em funcionamento. Assim, nosso artigo é dividido entre tais itens, classificados por nível de risco.

Perigo iminente: ruídos no cooler do processador

Usuários curiosos com certeza já abriram o gabinete e sabem que em cima do processador fica instalado um dissipador metálico e um cooler de tamanho avantajado. Como você deve imaginar, o ruído proveniente do gabinete tem origem em algum componente que gira, portanto, o primeiro suspeito é o ventilador da CPU.

(Fonte da imagem: Divulgação/Thermaltake)

Ao abrir o gabinete, é bom verificar se o barulho não vem dessa ventoinha, pois caso ela esteja com problemas, existe grande perigo de o processador sobreaquecer. Normalmente, o cooler padrão do processador aguenta muito tempo, refrigerando o chip sem grandes problemas. Contudo, pode ser que o ventilador instalado não seja o original, mas sim um item genérico.

Produtos de procedência duvidosa tendem a dar problemas com maior frequência, pois além de utilizarem materiais de baixa qualidade, eles não são preparados para trabalhar com processadores de alta frequência. Assim, a CPU acaba exigindo muito do ventilador, o qual vai gerar um barulho incômodo e provavelmente vai estragar em pouco tempo.

(Fonte da imagem: Divulgação/Zalman)

Para contornar esse inconveniente, basta adquirir um cooler novo. Não é preciso optar por um produto de marca excelente (como um Zalman), mas ao menos vale buscar um ventilador que aguente por um tempo considerável e não incomode com um alto nível de ruído. Existem muitos modelos de boa qualidade, mas definir qual é a ventoinha ideal depende da CPU que você utiliza.

Nota: se você tiver dinheiro sobrando, pode optar por um sistema de refrigeração líquida. No entanto, não aconselhamos a compra desse tipo de produto, principalmente porque processadores comuns não necessitam de uma refrigeração de padrão tão elevado.

Verifique a ventoinha: sons esquisitos na fonte de alimentação

Fontes tendem a se desgastar com facilidade. A maioria dos computadores vendidos atualmente traz produtos genéricos, os quais contam com sistemas de ventilação inapropriados e componentes de baixa qualidade. Sendo assim, as fontes podem causar até mais problemas do que os coolers de processador.

É possível que você nunca tenha visto uma fonte aberta, por isso nem sabia que ela contava com um cooler. Ocorre que elas trazem ao menos um ventilador, pois as peças eletrônicas agrupadas no circuito interno aquecem com facilidade. Modelos de alta qualidade (como fontes da Corsair, OCZ e outras) trazem até dois ou mais coolers.

(Fonte da imagem: Divulgação/Cooler Master)

Portanto, se um barulho estrondoso aparecer no seu gabinete e você notar que o som vem da parte superior, pode ter certeza de que o ventilador da fonte está com problemas. Nem sempre o dano é permanente. Muitas vezes, a ventoinha apenas está com excesso de poeira, o que a impede de funcionar na velocidade normal. Se esse for acaso, uma limpeza com um pincel pode resolver.

No entanto, se o cooler estiver com algum dano permanente, a solução mais interessante é a compra de uma nova fonte de alimentação. Claro, se você for um técnico ou conhecer algum, talvez seja possível trocar apenas o ventilador, mas não recomendamos tal processo, visto que alguns componentes internos já podem estar avariados.

O sistema é ameaçado: barulhos no disco rígido

Coolers da CPU e da fonte podem causar sérios danos à placa-mãe e ao processador. Porém, essas peças podem ser substituídas. Agora, quando a suspeita é de ruídos provenientes do HD, o perigo é maior. Nesse caso, tanto o sistema operacional quanto os documentos podem ser perdidos.

Como você deve saber, o disco gira em velocidades surpreendentemente altas, o que leva a danos durante a vida útil do produto. Discos rígidos não podem ser consertados com facilidade, portanto, se o barulho está vindo do HD, recomendamos um backup urgente dos dados principais e a substituição do componente.

Problemas na leitura de DVDs: drive ótico barulhento

Esse tipo de problema é bem comum, talvez até já tenha ocorrido com você. O uso excessivo dos drives óticos resulta em algo bem óbvio: o desgaste das peças que fazem os DVDs, CDs e Blu-rays girarem. Desse modo, se ao colocar algum disco no seu drive um ruído bizarro aparecer, suspeite, porque é provável que o drive esteja danificado.

(Fonte da imagem: Divulgação/Samsung ODD)

Consertar um drive de DVD não é tarefa para qualquer um. Até porque as peças de cada modelo são diferentes, o que significa que o reparo só seria possível se você tivesse outro drive semelhante. Assim como o HD, não há outra solução, a troca do produto é aconselhável.

Inclusive, caso você tenha algumas economias reservadas, pode ser interessante optar por um drive ótico externo — isso porque você não o mantém em funcionamento constante, consequentemente, pode prolongar a vida do produto. Vale lembrar que drives externos são conectados na USB, o que garante a compatibilidade com qualquer PC.

Os jogos vão pegar fogo: cooler da placa de vídeo com defeito

Finalizando nossa lista, chegamos a um componente que estraga tanto quanto o cooler do processador: é a ventoinha que refrigera a placa gráfica. Muitos usuários não precisam se preocupar com esse inconveniente, visto que tais ventiladores só vêm instalados em placas de vídeo offboard.

(Fonte da imagem: Divulgação/Thermaltake)

Caso você possua uma placa desse tipo, verifique se o cooler está atuando em velocidade normal e se a temperatura da GPU está dentro dos valores recomendados pela fabricante. Detectando anormalidades, pode ser válido comprar um novo cooler, visto que não é interessante gastar um alto valor numa nova placa de vídeo.

Outros problemas

Relatamos aqui os componentes que têm grandes propensões de apresentar defeitos, contudo, pode ser que algum cooler instalado na sua placa-mãe esteja produzindo ruídos. Muitas vezes, não é necessariamente uma avaria, mas apenas algum cabo que está interferindo na rotação do ventilador. Seja como for, abrir o gabinete e conferir é o primeiro passo para encontrar a solução. Você tem mais alguma dica? Não deixe de comentar.

Cupons de desconto TecMundo: