Desenvolvido pela companhia japonesa de tecnologia Murata, o Leaf Grip Remote Controller é bastante diferente de qualquer controle remoto disponível no mercado. Dispensando completamente o uso de botões de controle e baterias, o dispositivo faz com que os usuários tenham que dobrá-lo e torcê-lo para mudar canais ou ajustar a intensidade do volume.

Para desligar a televisão, basta balançar o acessório durante alguns momentos, da mesma forma que se faria com uma folha de papel comum. Tudo isso sem jamais ter que se preocupar em comprar pilhas ou conectá-lo a uma tomada pra realizar uma recarga energética.

Dispositivo produz a própria energia

“O controle remoto é feito usando um filme piezoeletrônico de poliéster especial. Ele detecta movimentos como dobras ou torções, produzindo eletricidade como resposta e encontra-se ligado a ambos os lados de uma placa. Enquanto o filme de um lado reage a dobras, aquele colocado no outro lado reage a torções”, explica Masamichi Andoh, chefe de pesquisas da Murata.

(Fonte da imagem: Reprodução/YouTube)

Através de uma célula fotoelétrica, a eletricidade produzida é reunida, enquanto um capacitor de duas camadas é responsável pelo armazenamento da energia. Dessa forma, a própria operação do controle remoto é a responsável por produzir a eletricidade necessária para o envio dos sinais responsáveis por mudar o canal ou alterar a intensidade do volume.

Andoh explica que a ideia do Leaf Grip Remote Controller surgiu devido a seu avó, que tem dificuldades em enxergar os botões de dispositivos convencionais. Ao usar movimentos de torção e dobra como forma de interação, os engenheiros da companhia podem criar controles remotos com tamanhos maiores e que podem ser usados de forma confortável por uma quantidade maior de pessoas.

Cupons de desconto TecMundo: