Depois do sucesso obtido pelo Wii e pelo Kinect, empregar controles baseados em gestos como forma de realizar tarefas deixou de ser algo incomum. Nesse cenário, a MYO Armband se diferencia não só por ser voltada a dispositivos iOS e Android, mas também por trabalhar baseado na maneira como os músculos de seu braço se contraem.

Embora o dispositivo, que funciona através de sinais Bluetooth, já esteja disponível para alguns usuários, ele deve ser disponibilizado de maneira mais ampla a partir do início de 2014. Segundo a fabricante, o produto se destaca por não exigir que os consumidores fiquem em uma área pré-determinada para que seus movimentos possam ser detectados.

O que determina a distância máxima com a qual o sensor é capaz de trabalhar é a intensidade do sinal Bluetooth que você tem a disposição — o produto trabalha junto a dispositivos que estejam distantes até 100 metros dele. A pulseira eletrônica possui um tamanho único, mas até o momento seus desenvolvedores não conseguiram definir qual vai ser seu formato final de sua edição comercial.

Controle total para os consumidores

“Queremos que você tenha a melhor experiência possível com o seu MYO! Para que isso seja possível, fornecemos uma quantidade pré-determinada de gestos que são facilmente reconhecíveis. Isso não se deve a uma limitação técnica, mas sim ao nosso desejo de providenciar uma experiência confortável a partir do momento em que você tira o produto da caixa. Será você quem decide o que cada gesto realiza”, promete a desenvolvedora Thalmic Labs.

(Fonte da imagem: Divulgação/Talmic Labs)

Embora não confirme a data certa em que o produto vai chegar às lojas, a empresa já definiu qual o preço que será cobrado por ele. Por US$ 149, você pode levar para a casa uma unidade da pulseira eletrônica que funciona tanto com produtos com o iOS quanto aqueles que contam com o sistema operacional Android.

Cupons de desconto TecMundo: